Animalis

A história do Atlético mineiro

Publicado em: 05 de abril de 2021 às 08h32
Coluna Esporte

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 03/04/2021) - Edição 2096

Marlon Santos

ALÔ, ARCOS! O Clube Atlético Mineiro foi fundado em 25 de março de 1908 por um grupo de estudantes de classe média, em Belo Horizonte. Quase um ano após seu surgimento o Atlético disputou sua primeira partida em 21 de março de 1909 vencendo o Sport Club Foot-Ball por 3x0. O autor do primeiro gol foi Aníbal Machado, que anos mais tarde se transformaria em um dos grandes escritores da Literatura Brasileira por meio de sua obra: Viagem aos Seios de Duília. Em 1914 a Liga Mineira de Esportes fez a primeira competição oficial em Minas Gerais: a Taça Bueno Brandão. O torneio foi patrocinado pelo governador Júlio Bueno Brandão, o Atlético foi o campeão. No ano seguinte, foi realizado o primeiro Campeonato Mineiro da história, também vencido pelo Atlético.

As duas grandes conquistas não significaram o prenúncio de uma hegemonia, pois foi o América Futebol Clube quem dominou o futebol local por aqueles anos conquistando dez campeonatos estaduais consecutivos . Também foi nessa época que Atlético e América  protagonizaram o Clássico das Multidões.

 

Mário de Castro, Jairo e Said: o Trio Maldito

Para voltar a ser o protagonista do futebol mineiro, o Atlético reuniu uma grande equipe dirigida por Chico Neto, e posteriormente por Eugênio Medgyessy, que contou com jogadores renomados como Carlos Brant, Nariz, Mário de Castro, Jairo e Said; sendo que os três últimos formaram uma das mais famosas linhas de ataque do período amador do futebol brasileiro: o Trio Maldito. Foi com esse time que o Atlético conquistou os títulos do Campeonato Mineiro de 1926, 1927, 1931 e 1932. O clube passou a experimentar um crescimento dentro e fora de campo. Em 30 de maio de 1929 o Atlético inaugurou o Estádio Antônio Carlos, o primeiro estádio de Minas Gerais a possuir iluminação para jogos noturnos. A iluminação foi inaugurada em 9 de agosto de 1930 e contou com a presença do presidente da FIFA, Jules Rimet. Em 1° de setembro de 1930 o Atlético disputou a primeira partida internacional realizada em Minas Gerais. O time mineiro derrotou por 3 a 1 o Vitória de Portugal, campeão do Campeonato de Setúbal nas temporadas de 1927/1928 e 1928/1929, e do Campeonato de Lisboa nas temporadas de 1923/1924 e 1926/1927.

 

Hegemonia

De 1978 a 1989 o Atlético conquistou nada menos que 11 campeonatos em 14 anos —incluindo um hexacampeonato (1978 a 1983)— sendo comandado magnificamente por estrelas como João Leite, Vantuir, Luisinho, Nelinho, Toninho Cerezo, Elzo, Palhinha, Zenon, Renato Morungaba, Ângelo, Marcelo Oliveira, Paulo Isidoro, Ziza, Éder Aleixo, Éverton Nogueira, Sérgio Araújo e Reinaldo. Nas décadas de 1990 e 2000 o clube viveu momentos variados e conquistou apenas os títulos de 1991, 1995, 1999, 2000 e 2007.

 

Representando a seleção

No final da década de 1960 o Atlético protagonizou duas grandes façanhas. Em 18 de dezembro de 1968 o time mineiro representou a Seleção Brasileira em um amistoso contra a Seleção Iugoslava. Os Azuis viviam uma década dourada e, naquele mesmo ano, haviam alcançado o vice-campeonato da Eurocopa. O técnico Rajko Mitic escalou para o jogo um grande time: Ivan Curkovic, Andjelko Tesan, Miroslav (Rudolf Belin), Rajko Aleksiv e Dujkovic; Blagoje Paunovic, Nenad Bjekovic (Dragan Holcer), Spasovski e Vahidin Musemic (Ilija Katic); Jovan Acimovic (Fikret Mujkic) e Josip Bukal. O Atlético saiu perdendo por 2x0, com gols de Bukal (5') e Bjekovic (8'); mas empurrado pelos quase 40 mil torcedores presentes no Mineirão o time buscou o empate e a virada com gols de Vaguinho, Amaury Horta e Ronaldo.

No ano seguinte o Atlético representou a Seleção Mineira contra ninguém menos que a Seleção Brasileira. A partida ocorreu no dia 03 de setembro de 1969. O técnico João Saldanha escalou para o jogo: Félix, Carlos Alberto, Djalma Dias, Joel e Rildo (Everaldo); Wilson Piazza, Gérson (Rivelino), Pelé e Jairzinho; Tostão (Zé Maria) e Edu (Paulo Cézar Caju), time considerado o melhor da história pela World Soccer. A Seleção vinha de finalizar com brilhantismo sua campanha nas Eliminatórias da Copa de 1970, quando ganhou todos os jogos que disputou. No entanto, diante de mais de 70 mil atleticanos no Mineirão foi derrotada pelo Atlético com gols de Amaury Horta e Dadá Maravilha, Pelé impedido fez o gol da Canarinha. Um ano depois, a mesma Seleção se consagraria tricampeã mundial no México.

Coluna Esporte por Marlon Santos

E-mail: marlonsantos@jornalcco.com.br