Império Rural

Estádios prontos para os jogos

Publicado em: 06 de setembro de 2021 às 08h15
Coluna Esporte

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 04 de setembro de 2021) Edição 2118

Os estádios de futebol de Arcos estão sendo preparados para receberem jogos pós-pandemia e isso é um bom sinal. Com a projeção do retorno do futebol de campo para o mês de outubro, os dirigentes começam readequar os seus estádios para que possam receber os atletas para um recomeço tão esperado. Como havia publicado neste mesmo jornal, "existe uma grande expectativa do retorno do futebol de campo em Arcos em meados de outubro".

A notícia repercutiu de forma positiva entre os desportistas envolvidos direta ou indiretamente com o futebol, pois todos estão ansiosos para que a bola volte a rolar. A projeção seria de realizar o campeonato municipal com início em outubro e término no ano de 2022. Seria uma forma mais coerente para transformar o sonho de todo desportista arcoense em realidade. Quem não tem saudades de  estar na arquibancada acompanhando de perto o desempenho dos atletas de seu clube preferido, nas tardes de sábado ou domingo? Acredito que a maioria dos desportistas. Mas talvez não tenhamos a presença de público nos estádios e tudo se resumirá na presença de atletas, comissão técnica e diretores. Mas pode ser o primeiro passo para a volta aos gramados; tudo depende do desenrolar dessa pandemia para que tenhamos condição de afirmar algo referente a esse retorno.

Sonhar ainda é possível

É preciso estar preparado para ser um profissional no futebol, mas ainda mais preparado para deixar de ser um. Como tudo na vida, é mais fácil destruir do que criar, e esses futebolistas perderam sua carreira. Quando não se está preparado para deixar a carreira de jogador de futebol, uns inconvenientes podem aparecer. A vida volta a ser como era antes, deixa-se de ganhar muito dinheiro e a atividade que deu sentido à vida desaparece de um dia para o outro. Esses são os casos dos jogadores de futebol que estiveram no topo, não souberam como se manter e caíram.

Esta realidade insiste em acontecer com os futuros craques do futebol de campo, pois é um sonho quase impossível de se realizar: tornar-se um profissional do futebol e, principalmente, conquistar fama e posteriormente fortuna. Vejo que no futebol amador temos os nossos sonhadores de plantão, que começam a mostrar seu talento na categoria de base e com um único objetivo, de se profissionalizar. Aliás, com pouco mais de 12 anos, os garotos miram na trajetória profissional. Obviamente que os pais incentivam para que tudo aconteça da melhor forma possível.

O tempo passa

Como estão estranhos os domingos sem futebol! Os campeonatos indefinidos e, principalmente, sem previsão do retorno dos atletas dentro das quatro linhas. O futebol consegue envolver milhares de pessoas e é, sem dúvida, um esporte emocionante, que chama a atenção até mesmo dos leigos. Durante mais de duas décadas, escrevo neste conceituado jornal e jamais poderia imaginar em passar quase um mês sem ter assunto referente ao futebol e ao esporte em geral. Tudo muito estranho, sem saber ao certo quando teremos assuntos e discussões calorosas sobre a vitória ou derrota de uma equipe, pois o tempo passa e sempre com indefinições referentes ao esporte.

Coluna Esporte por Marlon Santos

E-mail: marlonsantos@jornalcco.com.br