Animalis

OS TEMPOS SÃO DE CRISE, MAS DEUS É NOSSA ESPERANÇA!

(parte 2)

Publicado em: 21 de julho de 2021 às 17h00
Identidade Presbiteriana

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 10 de Julho de 2021) Edição - 2110 - Pastor Presbiteriano Éder

A Escritura Sagrada, no livro do profeta Habacuque 3.17-18, registra a experiência vivenciada pelo servo de Deus, num momento em que a nação de Israel, por causa do seu pecado, enfrentava uma terrível realidade com o aumento da violência, da iniquidade e destruição dos padrões morais, além de contendas, injustiças, crise política e espiritual. Habacuque, neste contexto de caos, foi capaz de declarar sua plena confiança em Deus, agindo como um autêntico servo de Deus, sendo assim, em uma segunda e importante postura praticada pelos cristãos atualmente, em meio ao sofrimento, é a constatação de que nossa alegria vem de Deus.

Ainda que o plano de Deus não tenha sido compreendido corretamente, o profeta Habacuque cantou, em tempos de crise (vs. 18). É um hino que parte de um coração marcado pela dor das dificuldades e o peso dos sofrimentos. Apesar de sentir o medo, a confiança esperançosa em Deus conduzia o profeta Habacuque a regozijar-se no Deus Salvador. Nas horas de aflições é que o povo de Deus mais deve dedicar-se a oração e a adoração. O ensino, aqui, é no sentido de alegrar-se em Deus o tempo todo, venha o que vier e haja o que houver. Mesmo no sofrimento, o cristão continua recebendo o grande amor de Deus (1 João 3.1), porque o servo obediente cumpre os ensinamentos da Bíblia Sagrada, agindo como um filho de Deus, que pela graça divina, torna-se mais forte ao suportar a provação, vencendo a tentação. Os cristãos verdadeiros são servos de Jesus Cristo, nossa comunhão com Deus e uns com os outros, deve ser fonte de ânimo, contentamento, de grande alegria (Filemon 7) e a Igreja é a união dos filhos de Deus, que supre os anseios de alegria, liberdade que produz intimidade, sem medo, sem desconfiança.

A confiança e a alegria demonstradas por Habacuque eram reflexos de uma certeza, uma convicção real porque Deus supre todas as nossas necessidades. Nossa esperança precisa residir unicamente no Senhor Jesus, porque sua misericórdia sempre nos alcança. Não importa qual a crise enfrentaremos, acredite que o Senhor Jesus Cristo tem poder para sustentar-nos e lembre-se que nada pode nos separar do amor de Deus (Rm 8.37-39).

Identidade Presbiteriana por Igreja Presbiteriana do Brasil em Arcos

Igreja Presbiteriana do Brasil em Arcos
Avenida Governador Valadares, 248, Centro

Facebook: Igreja Presbiteriana do Brasil em Arcos        Instagram: @ipbarcos