SeSi

Principais fatos esportivos - segundo semestre de 2019

Publicado em: 13 de janeiro de 2020 às 08h59
Coluna Esporte

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 11/01/2020) - Edição 2034

Marlon Santos

Agosto - Festa da categoria de base no estádio Juca Pequeno

Dia 13 de julho ficou na história do futebol de campo de  Arcos, pois o estádio Juca Pequeno recebeu um grande número de torcedores para assistirem a uma série de jogos amistosos envolvendo as categorias de  base do Vila/América (de Arcos) contra o Palestra (de Lagoa da Prata) e do Guarani, de Divinópolis. Os jogos iniciaram às 8h e se estenderam até as 13h. Foram arrecadados alimentos não perecíveis para o asilo Lar Pousada  dos Bertos e a diretoria do Guarani de Divinópolis repassou duas camisas oficiais para serem sorteadas. O dinheiro arrecadado foi revertido para o Lar Pousada  dos Bertos. Foi um espetáculo dentro das quatro linhas e nas arquibancadas havia a presença dos familiares das crianças, que jogavam pelas equipes. Para que o leitor tenha uma noção, tivemos uma arquibancada colorida de verde, vermelho, azul e branco. O verde e branco representam o Vila; o azul e branco, o Palestra; e o vermelho e branco, o Guarani de Divinópolis. O organizador deste evento esportivo foi o vice-presidente da Liga Amadora de Arcos, Marco Antônio Azevedo,  em parceria com a diretoria do Vila.

 

Setembro - Começou o Campeonato Arcoense de Futebol

O estádio Joaquim Caetano Sobrinho foi palco da abertura do Campeonato Arcoense de Futebol. Estiveram em campo as equipes do União Prata e do Social. O jogo iniciou às 14h e depois tivemos o embate entre o Santana e o Vila. Esses dois jogos abriram o Campeonato Arcoense de Futebol.

 

Regulamento

Oito equipes estiveram na disputa do Campeonato Arcoense de Futebol, sendo elas: Associação, Ypiranga, Vila, União Prata, Social, Palmeiras, Bela Vista e Santana. Essas equipes se enfrentaram em turno único e os quatro melhores garantiram vaga nas semifinais. Os vencedores das semifinais disputaram a grande final. Os jogos foram realizados em rodada dupla e contaram apenas com a categoria titular. O campeonato teve início às 14h. Os estádios aptos a receber os jogos foram o João Vaz Sobrinho (Campo do Ypiranga), Joaquim Caetano Sobrinho (Campo do Associação) e Juca Pequeno (Campo do Vila). Não houve cobrança de ingressos e em todos os estádios citados teve completo serviço de bar.

 

Outubro - Começou as semifinais do Campeonato Arcoense de Futebol

No primeiro duelo entre o Ypiranga e Associação, válido pela semifinal do Campeonato Arcoense de Futebol, o Ypiranga venceu seu arquirrival  por um a zero. O gol do Ypiranga foi marcado pelo atacante João Gabriel. Com esse resultado, o Ypiranga jogou por empate para garantir sua vaga para a grande final. O empate entre o Bela Vista e Vila deixou em aberto a definição de um dos finalistas do Campeonato Arcoense de Futebol. O gol do Vila foi de Mateus Henrique e  Iago marcou para o Bela Vista.

 

Novembro - Ypiranga é campeão do Campeonato Arcoense de Futebol

O Ypiranga iniciou o Campeonato Arcoense de Futebol mostrando que seria uma equipe difícil de ser superada. O primeiro jogo da primeira fase foi contra o Palmeiras e os 'azuis' venceram por três a zero. Depois, mais uma vitória frente ao Bela Vista por quatro a um. Na terceira rodada um empate contra o Santana levantou diversos questionamentos referente ao Ypiranga. Voltou a vencer por goleada o União Prata, por cinco a zero. Sucumbiu perante o Vila por três a um e depois da derrota voltou a vencer, desta vez o Social por dois a um. E fechou a primeira fase com um empate em um a um contra o Associação. Na fase semifinal venceu o Associação por um a zero e depois empatou em um a um. Na final venceu o Vila por dois a zero e depois empatou em um a um.

 

Campanha do Ypiranga

Primeira fase
Ypiranga 3 x 0 Palmeiras
Ypiranga 4 x 1 Bela Vista
Ypiranga 2 x 2 Santana
Ypiranga 5 x 0 União Prata
Ypiranga 1 x 3 Vila
Ypiranga 2 x 1 Social
Ypiranga 1 x 1 Associação

Semifinal
Ypiranga 1 x 0 Associação
Ypiranga 1 x 1 Associação

Final
Ypiranga 2 x 0 Vila
Ypiranga 1 x 1 Vila

 

Dezembro - Cruzeiro é rebaixado para segunda divisão do brasileirão

Como era de se esperar, o Cruzeiro decretou seu rebaixamento para a segunda divisão do campeonato do próximo ano. O torcedor coerente sabia que esse fato seria confirmado em questão de tempo, afinal, o caminho era justamente a 'segundona'. Uma sucessão de erros levou o Cruzeiro para a famigerada segunda divisão e agora é o momento de repensar o futuro do time celeste.

A queda cruzeirense tem muito a ver com a má gestão atual de Wagner Pires de Sá, mas as gestões passadas também têm boa parcela de responsabilidade. Com a desmontagem do elenco bicampeão, vieram as contratações de reposição, o fracasso das mesmas e também as dívidas. A má gestão foi acompanhada de um cenário político conturbado e iniciado a partir da última eleição presidencial, em outubro de 2017. Aliados durante a campanha, Wagner Pires de Sá e Gilvan de Pinho Tavares – antecessor no cargo – romperam logo após o pleito, principalmente por causa da confirmação de que Itair Machado assumiria o futebol.

Coluna Esporte por Marlon Santos

E-mail: marlonsantos@jornalcco.com.br