Vende-se Apartamento

Puberdade Precoce

Publicado em: 23 de março de 2020 às 10h07
Saúde

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 14/03/2020) - Edição 2042

Dr. Tarcísio Narcisio Silva

Puberdade é a época em que se inicia nas crianças o desenvolvimento dos chamados caracteres sexuais secundários: pelos, mamas, aumento dos órgãos genitais, desenvolvimento muscular nos homens, alargamento de quadril nas mulheres, alterações da voz, etc. Essas alterações dependem de uma série de fatores como amadurecimento do sistema hormonal, nutrição adequada e equilíbrio emocional.

A puberdade geralmente se inicia em meninas por volta de 10 anos de idade, e nos meninos a partir dos 12 anos.

Algumas crianças podem iniciar a puberdade em uma idade muito precoce, o que pode comprometer o crescimento e o desenvolvimento dessas crianças.

Os pais devem estar atentos nessas situações, principalmente se a puberdade estiver iniciando antes dos 7 anos de idade em meninas ou antes dos 9 anos de idade em meninos.

 

Causas de Puberdade Precoce:

Várias doenças podem desencadear alterações no sistema hormonal levando à puberdade precoce. As causas mais temidas são tumores que afetam o sistema nervoso central e algumas glândulas como testículos, ovários e supra-renais. Esses tumores produzem excesso de hormônios masculinos ou femininos, e podem ser malignos, comprometendo a vida dos pacientes. No entanto, a maioria dos casos se deve a alterações no funcionamento hormonal devido a efeitos de medicações, infecções, convulsões, meningites, traumatismos, problemas genéticos, etc . Alguns casos são hereditários.

 

Consequências para o organismo da criança:

Um dos principais prejuízos que a criança pode ter é no crescimento. O excesso de hormônios acelera o amadurecimento dos ossos, que param de crescer antes da hora. O paciente pode ter assim baixa estatura na vida adulta.

Outra importante consequência é o dano psicológico, visto a maioria dessas crianças não estarem preparadas para as mudanças precoces em seu corpo.

 

Tratamento:

O tratamento adequado vai depender da causa da puberdade precoce.

No caso de tumores malignos, pode ser necessária cirurgia, radioterapia e quimioterapia.

Nos demais casos, utiliza-se tratamento hormonal para bloquear a puberdade. Com esse tratamento, o desenvolvimento de alguns caracteres sexuais como aumento de pêlos e de mamas, bem como a menstruação na criança, podem ser interrompidos.

O bloqueio hormonal é realizado apenas nos casos em que se confirma que o crescimento da criança está sendo comprometido e nos casos em que a criança se encontre muito abalada emocionalmente.

A maior dificuldade no tratamento é a demora dos pais em procurar avaliação médica. O atraso no tratamento impede resultados satisfatórios.

Saúde por Dr. Tarcísio Narcísio Silva

Médico Endocrinologista e Metabologista - CRM 36.468