SeSi

Administração Municipal entrega cheque de R$1,3 milhão à Santa Casa, para término do bloco cirúrgico

Publicada em: 27 de junho de 2020 às 08h00
Arcos
Saúde
Destaques

Na última quinta-feira, dia 25, foi feita a entrega do cheque de R$1,3 milhão (R$1.300.000,00) referente ao convênio realizado entre a Prefeitura de Arcos e a Santa Casa, para construção do novo bloco cirúrgico. Estavam presentes a provedora da Santa Casa de Arcos, Irmã Sandra Gontijo, o prefeito Denilson Teixeira, o vice-prefeito Halph Carvalho, todos os diretores da Santa Casa, secretários municipais e vereadores, ex-provedores da instituição e funcionários.

Em depoimento, o vice-prefeito Halph Carvalho iniciou falando sobre a importância da obra para a cidade: “É um dia memorável para nós. Nós estamos fazendo um investimento de R$1.300.000,00 para a Santa Casa, para esta obra que vai ser importante para Arcos e toda região. Há quantos anos o povo de Arcos ouvia falar sobre obra no bloco cirúrgico e essa obra nunca sai porque era uma obra do Governo do Estado e, infelizmente, estando ‘quebrado’, não conseguiu cumprir com o seu compromisso de terminar a obra. Mas, graças a uma gestão eficiente da nossa equipe, dos nossos secretários, nós temos a condição, hoje, de fazer esse investimento na Santa Casa de Arcos”.

João Júlio ressaltou o esforço da Administração Municipal para conseguir ajudar no término da obra. “O Prefeito não mediu esforços para que aconteça o bem comum para a população de Arcos. O povo é muito agradecido por essa atitude nobre para a saúde de Arcos”. A obra, iniciada em março de 2014 na gestão do empresário Fernando Ribeiro, foi executada em 65%, aproximadamente, estando paralisada desde setembro de 2016, por falta de recursos do Estado.

Segundo o Prefeito Denilson, no ponto de vista técnico, esse bloco cirúrgico será um dos mais modernos de Minas Gerais. Com a implantação dos 10 leitos de UTI no bloco cirúrgico, a Santa Casa conseguirá atrair serviços de toda a região. “É um sonho realizado, um sonho antigo que nós vamos, agora, se Deus quiser, presentear o povo de Arcos, por meio desse bloco cirúrgico. Nós já conseguimos a promessa de 10 leitos de UTI e isso vai fazer uma diferença muito grande para que a Santa Casa possa atrair bons serviços e, assim, possa sobreviver, porque vamos atrair serviços de toda região. Será um marco para a história da Santa Casa”, disse.

O prefeito comentou que a Santa Casa realizará, para o município, 200 cirurgias eletivas, em um período de quatro anos. Também ressaltou que todo esse recurso é de arrecadação do próprio município e não do Estado. “O Estado deve R$18 milhões ao município de Arcos, que é um dinheiro que faz muita falta, é um valor que faz uma diferença enorme em nossa saúde. Então, esse dinheiro [entregue à Santa Casa] é de arrecadação própria, de economia que nós fizemos”.

A obra, iniciada em março de 2014 na gestão do empresário Fernando Ribeiro, foi executada em 65%, aproximadamente, estando paralisada desde setembro de 2016, por falta de recursos.

 

Entrega da ordem de serviço

Durante a cerimônia também foi feita a entrega da ordem de serviço, realizada pela provedora da Santa Casa, irmã Sandra Gontijo, à Franco Engenharia, empresa responsável por executar o término da obra. João Paulo, um dos sócios da empresa, disse que a obra será reiniciada na próxima segunda-feira, dia 29. Segundo ele, a previsão de entrega é de seis meses.

O engenheiro civil responsável técnico pela empresa, Fábio Miranda, informou ao CCO que no dia 28 de maio foi realizada a visita técnica ao local. Além do efetivo atual, há previsão para que contratem cerca de 10 funcionários diretos e outros indiretos (pedreiros, ajudantes gerais, pintor e eletricista). O valor da obra contratada é de R$1.228.447,09.