Vende-se Apartamento
PROALFA 2017 - Arcos

Alunos da rede municipal são avaliados com desempenho avançado e recomendado

Publicada em: 19 de setembro de 2018 às 11h03
Educação
Alunos da rede municipal são avaliados com desempenho avançado e recomendado

Imagem ilustrativa

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 15/09/2018) - Edição 1966

 

Na edição do Jornal CCO do último sábado foi publicado o resultado do PROEB 2017 (Programa de Avaliação da Rede Pública Básica). Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) em parceria com o Centro de Políticas e Avaliações da Educação (CAEd). Nesta edição estamos publicando o resultado do PROALFA – Programa de Avaliação da Alfabetização – que avalia o desempenho dos alunos do 3° ano (antiga 2ª série) do ensino fundamental das escolas municipais.

De acordo com divulgação do site do SIMAVE (Sistema Mineiro de Avaliação da Educação Pública), o 3° ano marca a conclusão do Ciclo da Alfabetização. Com isso, avaliar os alunos desta etapa, por meio do PROALFA, possibilita diagnosticar pontualmente o desempenho de cada estudante, a fim de promover as intervenções necessárias à constante melhoria da aprendizagem.

Escola Municipal Vera Lúcia Paraíso registra a maior média  

O programa avaliou em 2017 os estudantes do 3° ano do ensino fundamental, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Em Arcos foram avaliadas 10 escolas: Escola Municipal Antônio Davi Franco; Escola Municipal Dorvina Teixeira Arantes; Escola Municipal José Bonifácio Gonçalves; Escola Municipal Julieta Ribeiro da Fonseca; Escola Municipal Laura Andrade; Escola Municipal Professora Olinda Veloso; Escola Municipal Santo Antônio; Escola Municipal Vera Lúcia Paraíso; Escola Municipal Sebastião Teixeira Borges; e Escola Municipal Yolanda Amorim de Carvalho.

 

Imagem da Escola Municipal "Vera Lúcia Paraíso"

 

Ao comparar todas as médias das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, os alunos que mais se destacaram foram os da escola municipal Vera Lúcia Paraíso, localizada no bairro São Judas Tadeu, que juntos registraram uma média de 645,9 em Matemática, sendo assim, a maior média de todas as escolas municipais de Arcos, quando se consideram as duas disciplinas. De acordo com dados do PROALFA, 47,1% dos alunos que realizaram a prova foram avaliados com desempenho avançado e 44,1% com desempenho recomendado.

A diretora da escola, Marilsa Maria de Assis, disse ao CCO que o sucesso no PROALFA é devido ao foco que a escola tem nos educandos: “Esses resultados só podem ser alcançados por uma equipe pedagógica coesa, setor administrativo dedicado, docentes dedicados e competentes, colaboradores determinados e envolvidos com a aprendizagem dos educandos, por alunos empenhados e interessados, e pais participativos”.

 

Resultados em Arcos

Analisando apenas a disciplina de Língua Portuguesa, a unidade de ensino com a melhor média foi a escola municipal Professora Olinda Veloso, localizada no bairro Nova Morada. A média foi de 644,2 e 50% dos alunos foram avaliados com desempenho avançado. Em segundo lugar ficou a escola municipal Santo Antônio, com média de 630,8, onde 58% dos alunos obtiveram o desempenho recomendado. A escola municipal Vera Lúcia Paraíso foi a terceira escola com a melhor média (629,8) em Língua Portuguesa. Mais da metade (58,8%) de seus alunos foram avaliados com desempenho recomendado e 38,2% com desempenho avançado. Veja no quadro abaixo:

 

Na disciplina de Matemática, a unidade de ensino que mais se destacou foi a escola municipal ‘Vera Lúcia Paraíso’, com uma média de 645,9. De acordo com dados do PROALFA, a maior parte dos alunos do 3° ano (47,1%) foi avaliada com desempenho avançado, e 44,1% com desempenho recomendado. A escola municipal Laura Andrade ficou em segundo lugar, registrando uma média de 645,5, e a escola municipal Sebastião Teixeira Borges em terceiro lugar, com uma média de 625,1. Veja abaixo:

 

Resultados abaixo da média

Na disciplina de Língua Portuguesa, a escola municipal José Bonifácio Gonçalves obteve uma média de 565,9, sendo assim, um valor abaixo da Média Municipal (616,2) e da Média Estadual (581,3). A escola municipal Laura Andrade registrou uma média de 567,3, ficando também abaixo da média municipal e estadual.  

Em relação à disciplina de Matemática, as escolas municipais José Bonifácio Gonçalves (581,8), Antônio Davi Franco (603,4) e Dorvina Teixeira Arantes (609,5) ficaram abaixo da Média Municipal de 615,8.

Iniciativas da SEMED contribuíram com os resultados – Em entrevista ao Jornal CCO, a secretária municipal de Educação, Sônia Teixeira de Castro, disse que os bons resultados dos alunos das escolas municipais são decorrentes de ações planejadas, executadas, acompanhadas e avaliadas de forma articulada entre a SEMED (Secretaria Municipal de Educação), direção, equipe pedagógica e professores da rede municipal. Além do trabalho desenvolvido pelas Coordenadoras de Ensino, Sônia também atribui o resultado à capacitação profissional dos educadores: “Outro fator importante foi a capacitação dos profissionais da educação, realizada com foco nos resultados das avaliações diagnósticas e nas necessidades pedagógicas e administrativas apresentadas em cada ano/série das escolas”, disse.

Segundo a secretária, os projetos de leitura e outros de iniciativa da SEMED e das escolas também contribuíram com os resultados obtidos.

Comparação com 2016

Quando são verificados os dados de 2016, aparece apenas a disciplina de Língua Portuguesa no sistema. Cinco escolas tiveram médias maiores em comparação a 2016 e as outras cinco tiveram queda nos resultados.

A escola municipal Professora Olinda Veloso, por exemplo, localizada no bairro Nova Morada, obteve a média 597,6 em 2016 e 644,2 em 2017, a melhor na disciplina.