Vende-se Apartamento

Apenas 4% dos resíduos gerados em Arcos são enviados para a reciclagem

Publicada em: 17 de abril de 2019 às 10h05
Arcos
Meio Ambiente

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 12/04/2019) - Edição 1996

 

Em torno de 4% do total dos resíduos gerados no município são disponibilizados para a Associação dos Recicladores de Arcos (ARA) e enviados para a reciclagem. O percentual é considerado muito baixo. Essa informação, assim como as demais que estão nesta reportagem do CCO, foi obtida junto à Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

Segundo relato das recicladoras responsáveis pela coleta de lixo reciclável, as coletas realizadas nas terças e sextas-feiras são as que geram um maior volume de lixo reciclável, ou seja, os bairros visitados nesses dias são os que mais contribuem com a reciclagem (veja abaixo). Porém, em todos os dias e bairros ainda é grande a quantidade de lixo úmido que vem misturado com lixo seco reciclável, o que dificulta muito o trabalho dos recicladores.

A população arcoense precisa se conscientizar da importância da separação do lixo, o que é de fundamental importância para o meio ambiente e para a melhoria da qualidade de vida dos recicladores da ARA.

 

Coleta do lixo hospitalar

A Vina Equipamentos e Construções Ltda, conforme consta no contrato celebrado com a Prefeitura, coleta os Resíduos Sólidos Urbanos domiciliares e comerciais.

Um dos questionamentos feitos pelo CCO à Assessoria de Comunicação da Prefeitura foi sobre o funcionamento da coleta de lixo hospitalar nos dois hospitais, nos 13 PSFs (Programas de Saúde da Família) e demais órgãos de saúde pública da cidade, assim como os consultórios médicos e odontológicos e clínicas particulares. Recebemos a informação que o Aterro Sanitário Municipal não possui classificação e licença ambiental para receber esse tipo de resíduo. “Os resíduos gerados nos serviços de saúde municipais (Hospital São José, PSFs, Fumusa, CAPS e Centro de Zoonoses), além dos resíduos gerados no Asilo Pousada dos Berto (contribuição da Administração Municipal), são recolhidos, transportados e tratados pela empresa especializada contratada pela Administração Municipal”.

Quanto à Santa Casa e estabelecimentos particulares como consultórios médicos e odontológicos, funerária, clínicas de estética e de tatuagem, farmácias e laboratórios, têm a obrigação legal de também contratar uma empresa para recolhimento, transporte e tratamento dos resíduos de serviços de saúde.

Outra informação importante é que o lixo “tipo hospitalar” gerado em nossas casas – a exemplo de seringas, materiais de curativo e medicamentos vencidos – não deve ser disponibilizado para coleta, nem junto ao lixo orgânico e nem junto ao lixo reciclável. “Não se deve juntar esses resíduos ao lixo orgânico. Em breve estaremos recebendo esses resíduos de cidadãos comuns nos estabelecimentos de saúde municipais. Assim que for definido o modo de recebimento, essa informação será repassada para a população”, informa o Governo Municipal.

 

Lixo industrial

Não é realizada a coleta e o descarte de lixo industrial no Aterro Sanitário Municipal. No processo de licenciamento ambiental, cada indústria define quais são os resíduos gerados e qual o descarte correto para esses resíduos, sempre com a aprovação do órgão ambiental estadual. Cada tipo de resíduo industrial deve ter uma destinação específica.

 

Lixos de jardim e entulhos de grande porte (a exemplo de móveis e sofás velhos)

Material gerado em limpeza de jardins em pequena quantidade pode ser descartado junto ao lixo orgânico em função de sua fácil decomposição, desde que embalados adequadamente e dispostos para recolhimento nos dias certos. Quando são grandes quantidades, deve ser solicitado o seu recolhimento junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (3359 7943).

Para o recolhimento de entulhos de grande porte (a exemplo de móveis e sofás velhos), deve-se também solicitar o recolhimento junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, sendo esses materiais depositados em um local separado dentro da área do aterro sanitário.

 

Lixo eletrônico

Celulares, carregadores, computadores, TVs e outros tipos de lixo eletrônico não podem ser disponibilizados para a coleta da Prefeitura e da ARA. “A empresa contratada não faz a coleta de resíduos eletrônicos. O Aterro Sanitário Municipal não pode receber esse tipo de resíduos e nem a ARA pode fazer a sua reciclagem. Para esse caso, a Administração está atualmente buscando parcerias com empresas especializadas para a destinação ambientalmente correta. Enquanto isso, são realizadas campanhas periódicas em parceria com a ACE-CDL para a disponibilização de containers para recebimento desses resíduos”, informa a Administração Municipal.

 

Vidros

Qualquer tipo de vidro, a exemplo de garrafas e potes, deve ser colocado junto ao lixo reciclável. Se estiverem quebrados, é muito importante que se faça um acondicionamento seguro, usando papelão ou outro material resistente, de forma a proteger os recicladores de se cortarem com esse vidro.

 

Óleo de cozinha

Também para a coleta de óleo de cozinha, o Governo Municipal informa que está buscando parcerias para proporcionar um descarte ambientalmente correto.

 

Mais de cem containers de lixo estão em vários pontos da cidade

Na atual administração foram disponibilizados 110 containers de 240 litros (cor laranja) em diversos pontos da cidade, dentro do contrato com a empresa Vina Equipamentos e Construções Ltda, sem custo para o Município. Também foram instalados na região central em torno de 30 suportes de lixeiras, por outra empresa, mas também sem custos para o Município, com a proposta de instalação de outros ao longo do ano.

 

Dias e rotas dos caminhões de recolhimento de lixo.

Lixo Seco - Reciclável

  • Segunda-feira: Centro, Calcita, Santa Efigênia, Nossa Senhora Aparecida, Mangabeiras, Sion, Novo Sion, Esplanada, Califórnia e Empresas.
  • Terça-feira: Centro, Planalto, Planalto II, Eldorado, Juca Dias, Jardim Bela Vista, São Judas, Novo São Judas, Juá I, Juá II e Jardim Canadá.
  • Quarta-feira: Centro, São Vicente, Oliveira, Brasília, Geny Andrade, São José, Cidade Nova, Lourdes, São Pedro e Grajaú.
  • Quinta-feira: Centro, Macedos, Nossa Senhora do Carmo, Vila Boa Vista, Santo Antonio, Santa Cruz, Sol Nascente e Castelo
  • Sexta-feira: Centro, Buritis, Fortunato Rezende, São Bento, Cruzeiro, São Francisco, Esperança I, Esperança II, Gameleira, Pinheiros I, Pinheiros II, Jardim América, Floresta, Verdes Sonhos, Parque da Floresta, Distrito Industrial I, Olaria, Alvorada, Nova Morada, Nova Morada II e Hilda Borges de Andrade
  • Sábado: pontos específicos conforme necessidade

 

Lixo Úmido

  • Segunda-feira: São Vicente, Oliveiras, Novo Sion, Brasília, São José, Geny Andrade, Planalto, Planalto II, Eldorado, Novo Eldorado, Juca Dias, Jardim Bela Vista, São Judas, Novo São Judas, Juá I, Juá II, Jardim Canadá e Centro.
  • Terça-feira: Lourdes, Cidade Nova, São Pedro, Grajaú, Macedos, Nossa Senhora do Carmo, Calcita, Santa Efigênia, Nossa Senhora Aparecida, Mangabeiras, Sion, Esplanada, Califórnia, Distrito Industrial II e Centro.
  • Quarta-feira: Santo Antonio, Santa Cruz, Sol Nascente, Castelo I, Castelo II, Vila Boa Vista, Buritis, Nova Morada II, Hilda Borges de Andrade, Niterói, Cruzeiro, São Francisco, Esperança I, Esperança II, Gameleira, Floresta, Verdes Sonhos, Parque da Floresta, Distrito Industrial I, Novo Horizonte, Olaria, Fortunato Rezende, São Bento, Alvorada, Nova Morada, Jardim América, Pinheiros I, Pinheiros II, Márcia Faria, Centro e comunidades da zona rural.
  • Quinta-feira: igual segunda-feira
  • Sexta-feira: igual terça-feira
  • Sábado: igual quarta-feira