UNINTER

Arcoense se destaca no jiu-jitsu em campeonato europeu

Lucas Lacerda conquistou medalha de prata em Roma (Itália)

Publicada em: 11 de novembro de 2019 às 15h00
Arcos
Esporte

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 09/11/2019) - Edição 2026

O arcoense Lucas Lacerda Sousa Vieira, de 21 anos, conquistou o segundo lugar (medalha de prata) na categoria adulto superpesado do Campeonato Europeu da Federação Internacional Brasileira de Jiu-Jitsu (Internacional Brazilian Jiu-Jitsu Federation), realizado nos dias 19 e 20 de outubro, em Roma.

Em sua categoria, participaram atletas da Irlanda, Grécia, do Brasil e dos Estados Unidos. O arcoense, que pesa 90kg e tem 1,88 metro, fez três lutas: com um grego, um irlandês e um brasileiro, vencendo duas lutas. O evento reuniu representantes de vários países.

Lucas Lacerda é universitário no curso de Educação Física, que termina neste ano. Como atividade profissional, é instrutor na equipe Cigano Team. As aulas acontecem na academia Banzai em Arcos. Ele treina, em média, quatro horas por dia, todos os dias da semana.

Atualmente, o atleta tem seis patrocínios. No entanto, não atendem a todas as necessidades. “Minha viagem foi toda quitada por mim, não teve quase nenhuma ajuda de patrocínios. Fiquei cinco dias em Roma, gostei muito da cidade pelo fator histórico, tudo muito antigo e conservado. Na cultura dos italianos, o que mais me chamou atenção foi a culinária, muito boa!”.

Ele espera obter mais patrocínios para que possa participar do campeonato “Europeu de kimono”, em Portugal.  Lucas diz que é um esporte “viciante”, que exercita o corpo todo e trabalha muito a mente também. Pratica desde os 12 anos.

O arcoense se preparou bastante e foi a Roma para buscar a medalha de ouro, mas ficou feliz com o segundo lugar. Ele já conquistou mais de 60 medalhas. Em 2018, foi campeão em Jiu-Jitsu na 9ª edição do Argentina Open 2018, na categoria faixa roxa, adulto, pesado. O campeonato aconteceu na Universidad Tecnológica Nacional: Facultad Regional Avellaneda (UTN – AVELLANEDA), na cidade de Buenos Aires. Foram dois dias de competição para a disputa de 60 atletas. Em sua categoria havia sete atletas, com isso, ele teve que realizar sete lutas, todas com argentinos.