Vende-se Apartamento

Arcos conta com mais de duas mil empresas ativas

Do total de 2.199, 300 são indústrias, 879 são comércios e 1020 se enquadram no setor de serviços

Publicada em: 09 de agosto de 2017 às 08h50
Arcos

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 05/08/2017) - Edição 1907

Os números da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg) mostram que Arcos conta com 2.199 empresas ativas atualmente, sendo 300 no setor industrial, 879 no setor de comércio e 1020 no setor de serviços.

O setor de “construção de edifícios” é o mais abrangente em números, com 24 indústrias. Em segundo lugar, com 18, está o setor de “confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas”. Fabricação de cal e gesso está em terceiro lugar, com 15 indústrias.

Na sequência, a “extração de calcário [*1] e dolomita [*2] e beneficiamento associado” (14 indústrias) aparece em quarto lugar, além dos serviços de usinagem, tornearia e solda (também com 14 indústrias).

Também estão na relação enviada ao CCO pela Assessoria de Comunicação da Jucemg: indústrias de fabricação de esquadrias de metal; fabricação de obras de caldeiraria pesada; fabricação de produtos de padaria e confeitaria com predominância de produção própria; manutenção e reparação de outras máquinas e equipamentos para usos industriais não especificados anteriormente; instalação de máquinas e equipamentos industriais; fabricação de móveis com predominância de madeira; manutenção e reparação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras, exceto para veículos; manutenção e reparação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos não especificados anteriormente; incorporação de empreendimentos imobiliários; extração de argila e beneficiamento associado; confecção de roupas íntimas; reforma de pneumáticos usados; extração de areia, cascalho ou pedregulho beneficiamento associado; fabricação de sorvetes e outros gelados comestíveis; facção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas; serviços de acabamentos gráficos, exceto encadernação e plastificação; fabricação de artigos de serralheria, exceto esquadrias; fabricação de painéis e letreiros luminosos; fabricação de produtos de panificação industrial; confecção de roupas profissionais, exceto sob medida; impressão de material para outros usos; fabricação de artefatos de cimento para uso na construção; fabricação de artefatos de cerâmica e barro cozido para uso na construção, exceto azulejos e pisos; aparelhamento de placas e execução de trabalhos em mármore, granito, ardósia e outras pedras; fabricação de outras máquinas e equipamentos de uso geral não especificados anteriormente, peças e acessórios; fabricação de produtos diversos não especificados anteriormente;-+ manutenção e reparação de equipamentos e produtos não especificados anteriormente.

De acordo com a Jucemg, na relação acima foram consideradas apenas as atividades econômicas principais. Em relação às 2.199 empresas ativas, 1.756 são micro, 182 são pequenas e 261 se encaixam como empresas de grande e médio porte. Além dessas 2.199 empresas, há ainda os microempreendedores individuais registrados no município, que totalizam 1.663.

 

Número de empresas aumentou nos últimos anos

 

Na comparação entre o período de junho 2016 (quando havia 2132 empresas ativas da cidade) e junho de 2017 (2.199), o aumento foi de 67 empresas. Nos anos anteriores os números também foram inferiores, sendo 1.182 em junho de 2014 e 2.024 em junho de 2015.

Em 2017, no período de 1º de janeiro a 30 de junho, foram abertas 72 empresas. No mesmo período, duas empresas foram extintas.

 

Dolomita beneficia a saúde e a beleza

 

[*2] Dolomita, de acordo com informações do site belezaesaude.com, é extraída de rochas de origem calcária (por isso sua cor branca). É parecida com a argila, mas se difere da argila por sua textura muito fina e alta absorção pela pele, tendo vários benefícios para a saúde e tratamentos de beleza. Depois de extraída, é purificada por processos tecnológicos adequados, a fim de eliminar contaminantes biológicos e químicos, como vestígios de metais pesados. A dolomita é composta principalmente de carbonato de cálcio e magnésio. Possui propriedade anti-inflamatória, analgésica, calmante, remineralizante, descongestionante, tonificante e relaxante.

[*1] Calcário,
de acordo com informações do site www.rc.unesp.br, refere-se às rochas formadas a partir do mineral calcita, cuja composição química é o carbonato de cálcio. A procedência do carbonato pode variar, desde fósseis de carapaças e esqueletos calcários de organismos vivos, que compõem os calcários fossilíferos, até por precipitação química. Recifes de corais, conchas de moluscos, algas calcárias, equinodermas, briozoários, foraminíferos e protozoários são os principais responsáveis pelos depósitos provenientes de organismos sintetizantes do carbonato dissolvido em meio aquoso. Esses depósitos são gerados em ambiente marinho raso, de águas quentes, calmas e transparentes. Os organismos morrem e suas conchas e estruturas calcárias vão se depositando no local. No caso da precipitação química, o carbonato dissolvido na água se cristaliza e não tem, portanto, nenhum vínculo com carapaças de organismos.

Uma das finalidades do calcário, de acordo com informações do site flores.culturamix.com, é corrigir o solo para a agricultura e cultivo de plantas em geral.