Vende-se Apartamento

Chance de economizar atrai o modelo de consumo colaborativo

Publicada em: 11 de fevereiro de 2016 às 13h14
Geral

Os sites de compra coletiva se tornaram uma das principais escolhas dos consumidores. Afinal, quem não se interessa por preços mais baixos e vantagens na hora de comprar diferentes produtos e serviços?

 

Trata-se de um sistema que vem se popularizando principalmente nas grandes cidades. São compras feitas em conjunto com vários consumidores diferentes, tudo pela internet. Uma meta é estabelecida pela empresa ou marca, que garante que o valor seja mais baixo para todos que aderirem a essa campanha de venda.

 

Ou seja, todos saem ganhando. O vendedor tem a certeza de conseguir bater uma meta de vendas e os compradores conseguem adquirir o que desejam por um preço que é mais baixo ao comprar conjuntamente com outros usuários. Essa e outras táticas conseguem trazer vantagens, além de serem também uma alternativa ao consumismo veloz.

 

Compras coletivas

Um dos principais deles é justamente o sistema de compras colaborativas. Ele tem sido adotado principalmente no meio digital, com a possibilidade de adquirir tudo sem sair de casa.

 

Um exemplo tem sido serviços especiais, principalmente os voltados à estética, e os restaurantes. As viagens também não ficam de fora, com opções ainda mais vantajosas. Tudo isso é benéfico principalmente para as marcas. Essa oferta aumenta o interesse pela marca e serve também como um meio de divulgação. Isso populariza o nome e gera também uma avaliação positiva.

 

Descontos

Os sites de desconto, por exemplo, também oferecem excelentes opções a quem deseja comprar com preços menores e encontrar vantagens. São oferecidos por sites que conseguem trazer esse serviço sem nenhum custo adicional.

 

É surpreendente justamente porque não exige nada do cliente, exceto o uso de códigos promocionais na hora de finalizar a compra. Nenhuma taxa é cobrada e o desconto pode ser aproveitado em diferentes produtos dentro da loja. Vale a pena conferir.

 

Consumo colaborativo

A nova vertente do comércio, o consumo colaborativo tem despertado o interesse de muita gente. Ao contrário do que muitos pensam, ele não é uma proposta restrita a quem deseja economizar ou possui um pensamento voltado à sustentabilidade.

 

Esse tipo de forma de comprar está inserida na realidade de muita gente e você mesmo já pode ter comprado através dele. É o caso da troca de produtos em feiras e até mesmo a doação de diversos elementos. Tudo isso contribui para refrear o descarte e a produção de lixo, fazendo com que esse elemento ganhe uma vida útil estendida. Colaborando, assim, para a diminuição dos desperdícios e o reuso de diversos recursos.

 

Brechós

Um exemplo claro são os famosos brechós. Ou seja, o reaproveitamento dos produtos usados. Muitos deles se encontram em bom estado e podem ser reaproveitados por muita gente.

 

É o caso das mudanças de estilo e a busca por novas roupas, que podem ser a chance de conseguir fazer com que as antigas peças continuem sendo aproveitadas por outras pessoas.

 

Além disso, o estilo retrô, ou seja, o aproveitamento de peças de outras décadas, tem despontado como uma das principais tendências de moda atuais. É estímulo para aproveitar novas alternativas.