Vende-se Apartamento

Como evitar danos e aumentar a durabilidade do seu smartphone

Publicada em: 20 de novembro de 2015 às 09h06
Geral

É praticamente impossível viver sem um smartphone nos dias de hoje. Afinal, esses verdadeiros computadores de bolso executam diversas tarefas e dispõem de aplicativos que facilitam – e muito – a rotina de qualquer pessoa, ainda por cima mantendo as pessoas conectadas aos familiares e amigos por meios das redes sociais e trocas de mensagens.

Como o mercado de telefonia oferece modelos dos mais simples até aparelhos que custam milhares de reais, independentemente do investimento realizado, vale a pena tomar alguns cuidados e medidas para evitar acidentes, estragos e prejuízos, prolongando a vida útil de um smartphone.

 

Acessórios de proteção

Um dos acidentes mais comuns e que comprometem a integridade e as funções de um smartphone é a queda. O resultado: tela touch screen repleta de rachaduras, impossibilitando suas funções de toque e anulando a plena visibilidade do display.

Para evitar esse tipo de estrago, vale a pena ir além do filme plástico protetor e investir em uma película protetora de vidro. Esse acessório tem um excelente custo-benefício comparado ao dano permanente de uma tela quebrada.

Esta categoria de película geralmente é fabricada em vidro incolor temperado e ultrarresistente, capaz de reforçar a tela contra impactos leves a moderados sem prejudicar a visibilidade e a sensibilidade das funções touch screen, além de proteger a tela de riscos, arranhões e sujeira.

Outro item que pode ajudar a reduzir danos sãoas famosas capinhas. Além de conferir um toque do estilo pessoal do dono do aparelho, uma capa emborrachada e ajustada ajuda a criar atrito entre os dedos e o smartphone, além de evitar que outros objetos risquem sua estrutura.

 

Mudança de hábitos

Além dos itens de proteção, alguns bons hábitos também podem ajudar a livrar um smartphone de um fim prematuro. Evite deixar seu celular na beirada de mesas, móveis e bancadas: casos eles vibrem, podem se mover e cair.

Os sofás e cadeiras são outros locais em que o smartphone não deve permanecer, já que alguém pode se sentar sem notar o aparelho e danificar sua estrutura e componentes permanentemente.

Também evite guardar seu celular em bolsos justos e pequenos, já que o movimento natural dos passos pode jogar o aparelho no chão.

Outra medida importante é evitar o uso de seu smartphone em locais onde há presença de água, como banheiros ou beiras de piscina. Em caso de imersão, dificilmente o aparelho resistirá aos estragos causados pela ação da água nos circuitos eletrônicos.