UNINTER

Coordenação de PSF’s realiza Curso de Primeiro Socorros para os servidores das creches municipais

Técnicas apresentadas são essenciais para enfrentamento de situações emergenciais e de salva vidas

Publicada em: 22 de fevereiro de 2019 às 16h15
Arcos
Saúde

A Secretaria de Saúde, por meio da Coordenação de PSF’s (Programa Saúde da Família), realizou na última quarta-feira (20), na sala de treinamento da Fundação Municipal de Saúde (FUMUSA), o Curso de Primeiros Socorros para os servidores das creches municipais, com explanação de teorias e técnicas práticas que auxiliam no atendimento de emergências e que podem salvar vidas.

Durante a atividade, foram abordados temas de primeiro socorros que são imprescindíveis para o dia a dia de trabalho dos servidores, que atuam nas creches municipais. Eles aprenderam técnicas importantes para o atendimento adequado de ocorrências, dentre elas como realizar os procedimentos corretos em situação de emergência, as mais comuns são: convulsão, parada cardiorrespiratório, automedicação, engasgamento, hipoglicemia, quedas, síndrome do bebê sacudido e também de como tratar a mordida de criança e picada de insetos, além da importância de olhar a criança que cai e bate a cabeça ou tromba com o coleguinha.

Também foi distribuída uma caixa com material de primeiros socorros para cada creche. Segundo a coordenadora do PSF’s, Daniella Ribeiro, qualquer ambiente de acolhimento de crianças deve ter profissionais capacitados nesse tipo de atendimento. “A criança é muito sensível a determinada ocorrência de emergência e em alguns casos o conhecimento técnico e o tempo podem salvar vidas. O intuito deste curso é esse, respaldar que nossos servidores tenham o melhor desempenho em suas funções cotidianas de trabalho,” salientou.

Para o secretário de Saúde, João Julio Cardoso, normas técnicas de primeiro socorros devem fazer parte do currículo de profissionais que trabalham em ambientes vulneráveis. “Criamos esse projeto de capacitação justamente por entender que o ambiente de uma creche é vulnerável ao risco de ocorrências de emergências e devemos zelar pela qualificação profissional de nossos servidores municipais,” disse.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arcos