FIEMG

Crianças de 06 meses a 11 meses e 29 dias devem ser vacinadas contra sarampo

Segundo a Coordenadora de Vigilância em Saúde, Ângela Margaret, pessoas com idade até 29 anos devem ter duas doses da vacina e de 30 a 49 anos, ao menos uma dose

Publicada em: 10 de setembro de 2019 às 10h42
Arcos
Saúde

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 07/09/2019) - Edição 2017

Desde o dia 20 de agosto, o Ministério da Saúde determinou que todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra sarampo em todo o país. Segundo o Ministério da Saúde, a medida preventiva deve alcançar 1,4 milhão de crianças, que não receberam a dose extra, chamada de ‘dose zero’, além das previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses.

A ação é uma resposta imediata do Ministério da Saúde, em decorrência do aumento de casos da doença em alguns estados. Até o momento, de acordo com o último boletim do dia 28 de agosto, no Brasil foram notificados 20.292 casos da doença, 2.753 casos já foram confirmados em 13 estados, 15.430 estão sob investigação e 2.109 casos foram descartados. Os casos começaram a ser registrados no dia 09 de junho, data em que o novo surto da doença teve início.

O levantamento divulgado também apontou quatro óbitos em decorrência da doença: três no estado de São Paulo e um no estado do Pernambuco. Desses quatro óbitos, três foram em crianças menores de 1 ano de idade, o que reforça a necessidade de vacinar principalmente esse público. Em nenhum dos quatro casos foi comprovada a imunização contra o sarampo.

 

Vacinação em Arcos

Em Arcos, segundo a coordenadora de Vigilância em Saúde, Ângela Margaret, as vacinas contra sarampo sempre estiveram à disposição em todas as unidades de saúde do município, porém, apenas para atender ao calendário vacinal em crianças a partir dos 12 meses. Agora, com a determinação do Ministério da Saúde, a vacina também estará disponível para crianças de 06 meses a 11 meses e 29 dias, para cobrir com maior segurança as crianças dessa faixa etária. “Em 20 de agosto foi recomendado pelo Ministério da Saúde que intensificássemos esta vacina também para crianças de 06 meses a 11 meses e 29 dias, com uma dose extra. E depois, seguir com o calendário normal que consiste em uma dose aos 12 meses e uma segunda aos 15 meses”, explicou.

Ângela também ressaltou que além das crianças, todas as pessoas que nunca tomaram a vacina e ainda não tiveram a doença devem se vacinar. Também foi recomendado pelo Ministério da Saúde que pessoas de 12 meses a 29 anos tenham duas doses da vacina e pessoas de 30 a 49 anos tenham tomado uma dose. Com isso, a recomendação é que todas as faixas etárias coloquem seu calendário vacinal em dia.

A dose da vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município, no horário das 08h às 16h, e uma vez por semana, até as 19h.

 

Situação em Minas Gerais

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), cerca de 130 mil crianças com idade entre 06 a 11 meses terão direito a receber a vacina contra o Sarampo, no estado.

A cobertura vacinal em crianças do Estado está em 98,31% para a primeira dose e de 81,51% para a segunda. Já em relação aos casos da doença, desde o início de 2019, foram notificados 249 casos suspeitos de sarampo provenientes de 92 municípios em Minas Gerais. Desses, 67,1% foram descartados; 31,3% estão sob investigação e 1,6% casos foram confirmados, um deles sendo importado.