SeSi

Dois laboratórios em Arcos já realizam testes para detecção de coronavírus

Publicada em: 24 de maio de 2020 às 08h00
Arcos
Saúde

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 09/05/2020) - Edição 2050

Em Arcos, a Secretaria Municipal de Saúde tem realizado os testes rápidos para os diagnósticos referentes às pessoas que são consideradas casos suspeitos de estarem com a Covid-19. Ao entrar em contato com representantes de laboratórios de Arcos, o Jornal CCO verificou que dois já estão realizando os testes.

Segundo o responsável por um desses laboratórios, até a última terça-feira, 12, foram feitos aproximadamente 30 exames. Ele disse que a procura não tem sido muito grande como ele imaginava e que entre os testes já feitos, apenas um resultou como positivo. "A quantidade de exames não está sendo muito grande não, como eu imaginava que seria aqui em nossa cidade. [...] Graças a Deus, nós verificamos só um caso (refizemos um resultado que já havia sido feito). Foi feito e encaminhado para um laboratório de apoio e esse resultado reconfirmou", comentou.

Ele disse que parte dos exames já realizados no laboratório foram em pessoas sob suspeita de contaminação; e a outra parte, em pessoas que precisavam ingressar em uma empresa que solicitou a realização do exame. Os pacientes com suspeita de Covid-19 que fizeram os exames são da cidade de Arcos. Já as pessoas que estão fazendo o exame para serem admitidos em empresas são de outras cidades.

 

Existem três tipos de exames

Esses exames começaram a ser disponibilizados há aproximadamente 30 dias. Segundo nosso entrevistado, existem três tipos de teste para diagnóstico de Covid-19: o teste rápido, que é feito por coleta de sangue; o teste PCR, que é realizado com a coleta de secreções nas faringes e na orofaringe; o teste de quantificação de anticorpos IgG e IgM, que também é feito por coleta de sangue. A análise do teste rápido é feita no próprio laboratório, mas os demais testes são analisados em outros laboratórios.

Para o exame PCR, a coleta deve ser feita a partir do terceiro dia de sintoma. Já para o teste rápido ou o teste de quantificação de anticorpos IgG e IgM, a coleta deve ser feita após o oitavo dia de sintoma. Ele disse que, com base em estudos, todos são eficazes.

No dia que entramos em contato com a clínica, o teste rápido estava no valor de R$280,00 e os exames de PCR e de quantificação dos anticorpos, no valor de R$300,00. O responsável informou que os preços podem oscilar de acordo com o dia.
Para a realização do exame, ele explicou que a coleta é feita conforme as orientações médicas do paciente. Quando se trata de caso suspeitos de Covid-19, a maioria das coletas são realizadas na casa do paciente. Os profissionais responsáveis pela coleta ficam paramentados e utilizam capote, dois jalecos e máscaras. O material coletado é colocado em um tubo de transporte apropriado, ficando isolado dos outros materiais, para não ocorrer contaminação.

 

Fiemg irá fornecer teste rápido com valor reduzido

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), por meio do SESI-MG (Serviço Social da Indústria), adquiriu 300 mil testes rápidos que serão utilizados em uma amostragem em massa entre os profissionais da indústria. O objetivo é auxiliar o setor industrial para que as empresas possam voltar a operar sem colocar em risco a saúde de seus trabalhadores. As empresas poderão adquirir o teste pelo valor de R$99,00 por funcionário.

De acordo com a assessoria da Fiemg, com a testagem em massa do setor industrial será possível planejar as melhores estratégias e analisar a real proliferação da doença entre as pessoas. "O uso dos testes vai permitir identificar pessoas que estão positivas e podem ser assintomáticas, por exemplo", disse Cristiane Scarpelli, gerente de Segurança e Saúde no Trabalho e Qualidade de Vida do SESI, em release divulgado.

Os setores que serão testados inicialmente são os essenciais, como os ligados à produção de insumos para área da saúde e, também, o de alimentação. Os testes estarão disponíveis em duas modalidades: nas unidades SESI de Segurança e Saúde no Trabalho e no atendimento diretamente dentro das indústrias. Para mais informações, ligue (31) 3263-4242 ou envie e-mail para csaude@fieng.com.br.