Vende-se Apartamento

Em apenas 7 meses, mais de 500 incêndios foram registrados em Arcos

Número é considerado alto para o tamanho da cidade, de acordo com a assessoria do Posto Avançado do Corpo de Bombeiros

Publicada em: 24 de outubro de 2020 às 08h00
Arcos
Saúde

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 17/10/2020) - Edição 2073

O Posto Avançado do Corpo de Bombeiros está na cidade há sete meses, prestando vários atendimentos ao município e à população. As negociações para implantação do posto começaram em 2017, no ano de 2018 foi assinado o protocolo de implantação e em 23 de março de 2019 ele foi inaugurado.

De acordo com a assessoria de comunicação do Posto Avançado, nesses sete meses, 1.198 atendimentos já foram realizados, entre salvamento de pessoas, bens e animais; atendimentos pré-hospitalares, combate a incêndios, acidentes automobilísticos, ações de defesa e proteção civil. Em média, são feitos 171 atendimentos por mês.

A assessora ressaltou que, tendo em vista o tamanho da cidade de Arcos, o número de atendimentos já realizados é considerado alto: "É um número alto para um quartel que segue o modelo de Posto Avançado. No ano de 2019, quando o atendimento da cidade era feito pelo 5° pelotão em Formiga, foram contabilizados 228 atendimentos, incluindo as ações de vistoria de projetos de segurança contra incêndio e pânico. Neste ano, de março até o início de outubro, contabilizamos 1.198 atendimentos, com isso, é perceptível que existia uma grande demanda por parte da sociedade arcoense e região com relação ao trabalho do Corpo de Bombeiros Militar".

 

 

Mais de 500 incêndios em apenas sete meses - Em Arcos, estatisticamente, o que vem sendo atendido com maior frequência são os incêndios florestais, principalmente pelo fato de estarmos no período de estiagem. Até o dia 06 de outubro, foram registradas 571 ocorrências de incêndios florestais. O mês com o maior número de ocorrências foi setembro.

Segundo a assessoria, a maior dificuldade enfrentada pelo posto avançado no início dos trabalhos em Arcos foi com relação aos atendimentos de pessoas com Covid-19: "A dificuldade foi a mesma enfrentada por todos, a questão referente ao atendimento de pessoas com Covid-19 e a própria adequação do ambiente do quartel para lidar com a pandemia. Graças aos esforços da instituição como um todo, hoje possuímos protocolos para lidar com a situação, que são constantemente atualizados. Já o maior desafio enfrentado pelas equipes atualmente vem sendo em atender às chamadas de combate a incêndio florestal, dificuldade esta enfrentada em todo o estado, visto que o número de queimadas tem sido alto", disse.

 

Trabalho em conjunto com o SAMU

Juntamente ao Posto Avançado do Corpo de Bombeiros está o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que foi para o mesmo local quando o Corpo de Bombeiros foi inaugurado. De acordo com a assessoria, os dois serviços já prestaram alguns atendimentos juntos e essa integração tem dado certo e tem beneficiado toda população. "Foram realizados alguns atendimentos em conjunto, mesmo antes da integração das duas instituições no quartel. A integração tem sido um sucesso, trazendo uma maior economia de dinheiro público e um atendimento de maior qualidade à população". Ela ressaltou que o modelo como foi feito o quartel da cidade é uma novidade na região, sendo o primeiro a integrar em um mesmo local, Corpo de Bombeiros, SAMU e a Defesa Civil Municipal.

Atualmente, o Posto Avançado conta com 18 militares, que exercem funções voltadas totalmente para o atendimento operacional, tendo em vista que o modelo de Posto Avançado não conta com efetivo administrativo. Diariamente, entram no plantão sargentos e soldados, que na instituição têm a função de serem os executores. O sargento é o responsável pela tomada de decisões desde os atendimentos a ocorrências até como vai ser o cotidiano do quartel, seguindo sempre os protocolos e as legislações do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

Para entrar em contato com o Corpo de Bombeiro, a assessora explicou que existem dois números, um para solicitar atendimento e outro para buscar orientações e informações. "É importante salientar que os atendimentos telefônicos são de duas formas: via 193, exclusivo para o serviço de urgência e emergência e não deve ser utilizado para busca de informações e orientações, sendo atendido pelos militares em Formiga que geram a solicitação e empenham as equipes em Arcos para o atendimento; ou diretamente pelo telefone fixo do Posto Avançado de Arcos 3351-2573".