Vende-se Apartamento

Ensino médio de Arcos registra crescimento no Ideb 2019

Entre cinco cidades da região, Arcos é a que apresentou o segundo melhor rendimento escolar

Publicada em: 06 de outubro de 2020 às 16h20
Arcos
Educação
Estatísticas

Crédito: Jubé Preparatório

Ensino médio de Arcos registra crescimento no Ideb 2019

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 26/09/2020) - Edição 2070

No dia 15 de setembro, o Ministério da Educação divulgou os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019. De acordo com o Ministério, os resultados deste ano apontam uma evolução no rendimento escolar e no desempenho da etapa após quatro anos de estabilidade.  

Entre 2005 e 2017, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do ensino médio brasileiro cresceu 0,4 pontos, subindo de 3,4 para 3,8 pontos. Já em 2019, o indicador alcançou 4,2 pontos, a maior evolução da edição, após quatro anos de estabilidade. O aumento no indicador do ensino médio aconteceu em função da melhora nas taxas de aprovação e nos resultados da avaliação desta etapa de ensino no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). A etapa conta com 28,8 mil escolas pelo país e a maioria das 7,5 milhões de matrículas são na rede estadual. Apesar do resultado positivo, a meta de 5 pontos prevista para o ano não foi atingida.

De acordo com o Ministério da Educação, nove unidades da Federação alcançaram Ideb maior ou igual a 6 nos anos iniciais do ensino fundamental. São Paulo teve o melhor desempenho, com 6,7 pontos, seguido por Distrito Federal, Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais, com 6,5 pontos; Ceará, com 6,4 pontos; Goiás, com 6,2 pontos; Espírito Santo, com 6,1 pontos; e Rio Grande do Sul, com 6 pontos. Já o Pará teve o resultado mais baixo, com 4,9 pontos, mas superou sua meta de 4,7 pontos.

 

Arcos também apresentou bom rendimento

Assim como ocorreu uma evolução no rendimento escolar da educação brasileira no ensino médio, no município de Arcos também ocorreu um crescimento.

De acordo com os dados apresentados pelo Ministério da Educação, o índice varia de 0 a 10. Em Arcos, no ano de 2017, o índice de rendimento do ensino médio foi de 3,7 e em 2019 ele subiu para 4,8. O rendimento foi bem acima da média, que era de 3,9. Até o momento, a meta estipulada para 2021 é de 4,1.

Os dados do Ideb também apresentam o resultado do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), que é um conjunto de avaliações realizadas por meio de testes e questionários aplicados a cada dois anos na rede pública e em amostra na rede privada, com o intuito de avaliar o nível de aprendizagem dos estudantes. Nas avaliações de Português do Saeb, o ensino médio obteve a nota 270,56 no ano de 2017, já em 2019 a nota subiu para 293,92. Nas avaliações de matemática, em 2017 o ensino médio conseguiu a nota 273,17;  em 2019 a nota foi de 291,63.

A taxa de aprovação do 1° ano do ensino médio da cidade de Arcos foi de 71,7 em 2017 e de 89,5 no ano 2019. O 2° ano obteve uma taxa de aprovação de 83,4 em 2017 e de 93,5 em 2019. O 3° ano teve a nota 89,9 em 2017 e 97,2  em 2019.

 

Cidades da região

Entre as cidades da região, o município que obteve o melhor rendimento no ensino médio foi Japaraíba. No ano 2017, o rendimento registrado foi de 4,4. Para 2019, a meta era aumentar esse rendimento para 4,6 e os alunos conseguiram o rendimento de 5,0. O valor superou a meta prevista para 2021, de 4,9.

Em seguida está a cidade de Lagoa da Prata, que em 2017 registrou um rendimento de 4,0. A meta para 2019 era de 4,2 e o rendimento foi de 4,6, também superando a meta prevista para 2021, de 4,4.

Em Bom Despacho, o rendimento da educação no ensino médio ficou em cima da média, registrando o rendimento de 4,4. Em 2017 o rendimento foi de 4,2 e a meta para o ano de 2021 é de 4,7. O município de Formiga foi o único, entre as cinco cidades da região, que não conseguiu atingir ou ultrapassar a meta. A meta era de 4,5, porém, os alunos conseguiram apenas 4,4 de rendimento, sendo apenas 0,1 a mais do que o registrado em 2017 (4,3). Veja na tabela abaixo: