Vende-se Apartamento

Governo investe em acompanhamento nutricional e merenda escolar está mais saudável e rica em nutrientes

Objetivo é aprimorar o desempenho intelectual em sala de aula e melhorar os índices corporais dos alunos.

Publicada em: 16 de outubro de 2017 às 16h22
Educação

O Governo de Arcos junto a Secretaria Municipal de Educação, com objetivo de tornar a alimentação dos alunos mais saudável e consequentemente aprimorar o desempenho intelectual em sala de aula e melhorar os índices corporais das mesmas, desenvolve nas escolas da Rede Municipal de Ensino um trabalho de acompanhamento nutricional e já investiu neste ano aproximadamente 400 mil reais na merenda escolar. Estas ações garantem mais qualidade durante a distribuição dos alimentos, que se destacam como uma das melhores de Minas Gerais. 

“O Governo Federal repassa através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) em média por aluno o valor de R$ 0,38 por dia para investimento na alimentação, portanto não seria possível oferecer uma merenda tão diversificada e de qualidade. Por isso, o Governo de Arcos complementa o investimento com recursos próprios e assim garante uma alimentação balanceada, saudável e eficaz para todos os estudantes da cidade”, informou a secretária de Educação Sônia Teixeira. 

 

Acompanhamento nutricional

Conforme a nutricionista Elaine Romano, o índice de obesidade dos estudantes era muito grande, após o investimento com acompanhamento nutricional e melhorias na alimentação foi possível diversificar o cardápio e fornecer para as crianças um variado menu com frutas, verduras, carnes e sobremesas, como maçã, banana, melancia, diversas saladas com cenoura, tomate, pimentão, alface e rúcula. Pratos ricos em vitaminas e apetitosos como purê de batatas com frango, feijão tropeiro com linguiça, vaca atolada e fígado acebolado. Ainda, na merenda escolar são servidos alimentos integrais, sucos naturais e para crianças com intolerância a lactose ou com algum tipo de alergia ao leite, é disponibilizado leite sem lactose e ainda alimentos diets para estudantes diabéticos. No entanto, os alunos que apresentarem sintomas dessas doenças, pais ou responsáveis deverão apresentar um laudo na escola para que o nutricionista conheça o caso da criança. 

“Quando não vou à aula sinto muita falta da comida da escola, lá são oferecidas muitas frutas e carnes, o que mais gosto é quando está sendo servido arroz e carne ou banana que é minha fruta preferida. Eu amo a merenda da escola”, relatou Anelise Oliveira, aluna do tempo integral da Escola Municipal Olinda Veloso. 

Ainda de acordo com a nutricionista Elaine Romano, foi constatado também que as crianças que merendam na escola são mais saudáveis do que as que costumam levar alimentos de casa, já que na instituição toda a alimentação é produzida com cálculos corretos em calorias, nutrientes e vitaminas. 

As nutricionistas também realizam reuniões com responsáveis dos alunos que estão com índices de obesidade para alertar sobre os cuidados que deverão ser tomados. Essas crianças também são encaminhadas para as unidades de Saúde a fim de que seja iniciado um acompanhamento especializado com nutricionistas.

“Uma alimentação saudável melhora a vida de uma criança em vários aspectos, como o seu desenvolvimento intelectual, físico e refletindo no seu desempenho em sala de aula, envolvendo também toda sua família para assim todos adquirirem hábitos mais saudáveis em casa”, finalizou a nutricionista Elaine Romano. 

O cardápio é dividido por escolas de tempo integral e escolas de tempo regular. Para as crianças que estudam no tempo integral é oferecido um café da manhã, lanches da manhã às 9h30 e da tarde às 14h30 e o almoço é servido às 11h, com uma alimentação mais reforçada. 

Já nas escolas de tempo regular, é oferecido um lanche às 9h30 para alunos do período matutino e 14h30 para alunos do período vespertino.  As crianças que residem na zona rural e estudam na cidade, como por exemplo, os alunos do Iolanda Amorim de Carvalho, as unidades escolares oferecem café da manhã às 7h e um lanche reforçado às 9h30. 

 

Capacitação das cantineiras

Todos os alunos são servidos pelas cantineiras, que são capacitadas para deixar o prato balanceado, a fim de que não haja desperdício. Neste ano, a capacitação foi realizada em setembro e reuniu todas as cantineiras do município. O objetivo é incentivar e aperfeiçoar as habilidades culinárias. 

“É sempre bom estar renovando, aprendendo coisas novas, trocamos ideias com outras colegas de outras escolas, com opiniões diferentes” informou a cantineira da Creche Municipal Ana Lúcia Franco, Ana Cristina Teixeira.