UNINTER

Igreja do Rosário em Arcos é reformada e ganha imagem “barroca”

Publicada em: 15 de novembro de 2019 às 08h00
Arcos

Em julho deste ano, o Jornal e Portal CCO divulgaram a iniciativa do padre Aguinaldo Gualberto Pires, responsável pela paróquia Nossa Senhora do Rosário, em realizar a reforma da matriz, situada na avenida Governador Valadares. O padre idealizou a obra desde que assumiu a paróquia, em novembro de 2016, com a finalidade de tornar a igreja “mais convidativa ao olhar e à oração”.

O projeto foi feito pela arquiteta Jéssica Rabelo e os trabalhos foram iniciados na segunda semana de julho. Foi realizada a “Campanha do Envelope”, com doações das famílias e também de comerciantes. O pároco e uma equipe – Eliana Martins, Arilton Martins, Vânia Longobardi e Sônia Zuquim – visitaram pontos comerciais da cidade solicitando recursos e também foram realizados eventos para cobrir os custos.

A reforma foi concluída em outubro. No dia 27, um domingo, a missa em Ação de Graças foi comemorativa, com participação do grupo Corpo Vivo da APAE e de congadeiros, que emocionaram os fiéis com as homenagens prestadas a Nossa Senhora do Rosário. Foi um marco para os paroquianos, que se sentem felizes em ver a igreja com uma nova arquitetura.

O total de Receitas foi de R$103.543,45, incluindo doações recebidas, rifa de um quadro; eventos Domingo Festivo, Noite das Massas e Bingo; outras doações (massa corrida, vidros e porta), doações de tinta. As despesas ficaram em R$95.949,10. O saldo foi de R$7.594,35.

O pároco disse ao CCO que a resposta aos pedidos foi altamente positiva, não apenas dos paroquianos, mas de toda a população de Arcos e de visitantes. “Agradeço a todos da equipe que se empenharam de coração e à população em geral; a todos que contribuíram com doações e prestação de serviços.  Todos estão em minhas orações”.

 

Nova imagem de Nossa Senhora do Rosário

A imagem tem a estética barroca e foi escolhida com a finalidade de resgatar a tradição de Minas Gerais. Padre Aguinaldo Pires disse que foi encomendada em novembro de 2018, em uma empresa de São João Del Rei (Imagem Brasil). Além da beleza, é uma obra de arte de qualidade.

A arte Barroca surgiu no fim do século XVII na Itália. No século XVIII, espalhou-se para outros países da Europa e América Latina. No Brasil, a arte barroca permaneceu durante o período colonial e nosso ícone é Aleijadinho. O estilo sucedeu o Renascimento. Ambos foram inspirados na antiguidade clássica. Na escultura barroca se evidencia a dramaticidade e teatralidade das expressões, o movimento e exuberância das formas. (Com informações do site Infoescola, texto de Liliane Carvalho Oleques, Mestre em Artes Visuais e Graduada em Licenciatura em Desenho e Plástica).  

 

 

Construção da Igreja foi iniciada na década de  1940

Investir na reforma da Igreja do Rosário é uma manifestação de fé e de valorização da história do Município e de suas manifestações culturais.

No ”Dossiê de Registro Bem Imaterial Reinado de Nossa Senhora do Rosário”, concluído em 2012, é relatado que Capitão José Apolinário manifestou a vontade de construir uma igreja dedicada a Nossa Senhora do Rosário, na década de 1940. No documento está um relato da neta dele, Nilza de Oliveira Amorim. Ela informou que na época ele se reuniu com os filhos e criaram a diretoria que ficaria responsável pela construção. Essa reunião teria acontecido no dia 23 de maio de 1943. O terreno foi doado por José Rodrigues Teixeira de Amorim, inicialmente para a construção de uma capela, em meados da década de 1940.

Não há registros de quando foi concluída a construção da igreja, mas segundo D. Nilza, em 1951 foi realizada uma festa com o objetivo de arrecadar verbas para os acabamentos.

O levantamento, elaboração, assessoria técnica e revisão do Dossiê citado foram feitos pelos profissionais: conservadoras-restauradoras – Conceição França, Kleumanery Melo; arquitetas e urbanistas Isabella Dias e Mônica Guimarães Maciel e Silva Marinho; Raquel Santos (assistente em História) e Rogério Stockler de Mello (MGTM Ltda).

 

Igreja de São Geraldo – Durante um período a Igreja recebeu a denominação de Igreja de São Geraldo. A imagem de Nossa Senhora do Rosário foi levada para restauração, ficando em seu lugar, temporariamente, a imagem de São Geraldo. Naquela ocasião surgiu a devoção a esse santo e a igreja ficou popularmente conhecida como Igreja de São Geraldo, até o retorno da imagem de Nossa Senhora do Rosário.