Mérito Empresarial

Inauguração da ETE ocorre nesta sexta-feira (25)

Realização do empreendimento só foi possível graças aos esforços das três últimas gestões, diz Codevasf

Publicada em: 22 de maio de 2018 às 08h38
Arcos
Meio Ambiente

No próximo dia 25, o Governo de Arcos realizará a inauguração da nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Uma importante obra que traz diversas melhorias para a saúde pública dos moradores. Conforme o supervisor de fiscalização da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Tiago Cunha, os primeiros passos para a realização das obras ocorreram no final de 2012, a ETE começou a ser construída em 2013 e só poderá ser inaugurada neste ano devido aos esforços do atual Governo.

A nova ETE tem capacidade de tratamento de 172 litros por segundo. Muito superior que a primeira construída e com vida útil prevista até 2040, a nova estação foi instalada em um terreno de oito alqueires, sendo no total 240 mil metros quadrados de área. O empreendimento tem oito lagoas anaeróbicas, uma lagoa facultativa e duas lagoas de polimento. O que oferece uma estrutura adequada para um trabalho de extrema qualidade. De acordo com o projeto, após o processo de tratamento de esgoto, a eficiência de pureza da água que retorna ao rio chega a 97%, sendo que a extinção de coliformes fecais chega a 99,9%.

“Com esta nova ETE, o trabalho de remoção de resíduos e de tratamento de água e esgoto será muito maior e eficiente, a estrutura desta obra é muito superior”, informou Tiago. 

 

Obras para construção da ETE

De acordo com Tiago, as três últimas gestões que passaram pelo Governo de Arcos têm méritos na construção da nova ETE. Os gestores não mediram esforços para dar continuidade no projeto e trazer aos moradores bem estar e qualidade de vida. Na gestão do ex-prefeito Claudenir José de Melo foi feito o projeto de construção da obra e após aprovado, ele também adquiriu o terreno para instalar o empreendimento. Em 2013, já na gestão do ex-prefeito Roberto Alves, a obra foi iniciada.

“No início das obras foi preciso interromper o empreendimento por questões burocráticas, inconsistências do projeto, negociações e acordos com um morador vizinho do terreno, já que as tubulações e pontos de visita precisariam passar pela propriedade dele. Assim que resolvido foi retomada a construção. Neste período a situação da obra já havia sido resolvida, isso por causa dos esforços realizados no governo do Roberto”, disse. Tiago ainda completou sobre o processo de finalização da ETE. “A obra era para ter sido finalizada em 500 dias, porém o mandato do Claudenir terminou e a obra ainda não estava finalizada. Por causa disso, foi essencial o trabalho feito pela atual gestão. Graças à participação, o contato constante, o apoio e as cobranças do prefeito Denilson e sua equipe junto a Codevasf e a empreiteira responsável será possível inaugurar a ETE”, relatou o supervisor de fiscalização.  

Por fim, para que a ETE comece a operar, é necessária agora a Licença de Operação (LO) concedida pela Superintendência Regional de Meio Ambiente (Supram), que já foi solicitada pelo Governo de Arcos, através da Secretaria de Meio Ambiente. A partir de então, a Supram enviará todas as providências à Administração para que a antiga ETE seja desativada.

O prefeito de Arcos Denilson Teixeira falou sobre a satisfação em poder inaugurar esta importante obra para o município. Já que desde o início da gestão vem cobrando da Codevasf a conclusão da nova ETE. “Nós estivemos na Codevasf algumas vezes para cobrar agilidade na entrega da obra. Esta é sem dúvida uma importante obra para toda a cidade, uma vez que vai permitir que a Administração Municipal desative a antiga ETE que vem causando transtornos à população, principalmente aos moradores da Zona Norte. É uma obra muito grande, construída por três gestões e nós temos que reconhecer o valor de cada prefeito que contribuiu para que este sonho do povo de Arcos se concretizasse.” finalizou.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arcos