Vende-se Apartamento

Jubileu de Ouro do Arcos Clube é celebrado com missa, homenagens e confraternização

Publicada em: 02 de agosto de 2017 às 09h23
Arcos

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 29/07/2017) - Edição 1906

Sócios-fundadores, ex-presidentes e colaboradores foram homenageados pela Diretoria (gestão outubro 2016/2018) em evento comemorativo aos 50 anos de fundação da Sociedade Recreativa de Arcos, realizado na noite de 21 de julho. O marco histórico para Arcos foi comemorado com missa celebrada pelo padre Walter Gonçalves, entrega de placas com homenagens aos fundadores ou seus representantes, à funcionária mais antiga do clube – Ana de Assis Teixeira – e também ao atual presidente, Hailton Mori.

Homenageados – Foram homenageados os fundadores do Arcos Clube: Janer Faria, Trajano Vieira de Faria (representado por Daniela de Faria Maia), Edgard Faria Gontijo (representado por Fernando Faria), Augusto Batista da Silva (representado por Maria da Conceição Faria da Silva), João Caetano Sobrinho (Nonô), João Batista Gomes Filho – “Dico Padeiro” (representado por Rossana Lasmar e Luís Gustavo), Alaor Vilela de Oliveira, Antônio Luís Cardoso, Humberto Soraggi Filho (representado por Nazaré Soraggi), César Soraggi, Sílvio da Cunha.

Todos os ex-presidentes também foram homenageados: Moacir Dias de Carvalho (1967/1976 – representado pelo filho Roberto Dias de Carvalho), Hilda Borges de Andrade (1977/1986 – representada por Cerúlea Teixeira), Wander Maia (1987/1988 – representado pela esposa Janete Faria Maia), José Maria Alves (1989 a 1990 / 1999 a 2000), João Teixeira da Silva (1991 a 1993), Adilson Nogueira Leão (1994/1998  / 2001 a 2003), José Geraldo Borges (2004 a 2008), José Antônio da Cunha (2009 a 2010), Willian Alves Teixeira (2011 a 2012), Antônio Claret de Castro (2013 a 2014 – representado por Osana Alves das Chagas), Elezir Azevedo (2015 a 2016 – representada por Ana Paula Cardoso), Hailton Mori (atual).

Destacou-se o reconhecimento dos serviços prestados pela funcionária Ana de Assis Teixeira, representando todos os colaboradores. Ana trabalha no clube há 32 anos. Os agradecimentos também foram direcionados a todos os funcionários, próprios e terceirizados. “Queremos agradecer a todos que trilharam esse caminho conosco, nos bons e nos maus momentos, na prosperidade e na dificuldade. É o que fazemos com a humildade própria daqueles que têm a consciência de que nada – absolutamente nada – se constrói sozinho”, disse o mestre de cerimônia.

 

 

“Que nossas crianças e adolescentes sejam viciados em esportes, em boas intenções e em compromisso” – disse o presidente do Arcos Clube, Hailton Mori

 

Em entrevista ao CCO, Hailton Mori falou sobre ações da diretoria em benefício da nova geração de sócios: “Assumimos um compromisso perante a sociedade de Arcos, perante os fundadores – homens de visão, que há cinco décadas imaginaram constituir um clube – e nós temos a honra de estar aqui substituindo e mantendo o clube aceso, pulsante! Ficamos emocionados, principalmente durante a homilia feita pelo padre Walter, e pedimos que Nossa Senhora nos coloque no caminho do bem, com atitudes, com compromisso, para que a gente consiga levar esse clube aonde ele merece. Um de nossos objetivos é o investimento nas crianças, nos adolescentes, que precisamos ajudar a preparar para o futuro do país, livres de drogas, livres de vícios. Que nossas crianças e adolescentes sejam viciados em esportes, em boas intenções e em compromisso”.

O presidente do Conselho Deliberativo do Arcos Clube, Luciano Vagner Ferreira, ressaltou que “todos que estavam no evento ou não puderam estar e todos que não fazem mais parte deste plano, foram, são ou serão importantes para que o clube continue se desenvolvendo”.

 

 

Lembranças da época em que o clube era cercado com bambu

 

O médico Roberto Dias de Carvalho (68 anos) – filho do primeiro presidente do Arcos Clube, o cirurgião-dentista Moacir Dias de Carvalho – contou ao CCO que mesmo antes do término da construção já aconteciam os bailes, com o imóvel cercado com bambu. Ele se recorda que as mesas eram improvisadas em material de escoramento, sem forros. “Lembro-me da poeira nos primeiros bailes, porque também não tinha piso”.

Sobre o pai dele, o evento trouxe recordações: “Não tem jeito de não ter orgulho e saudade do meu pai. Eu coloco quase no mesmo patamar do meu pai, a dona Hilda Andrade. É o mesmo reconhecimento, a mesma admiração, a mesma alegria. Então, acho que nós todos devemos aos dois: reconhecimento, alegria e honra”.

O médico também ajudou na construção. “Puseram uma roldana e eu amarrava a lata de concreto no jipe do meu pai. Então eu dirigia e a lata subia para ser entregue no pavimento superior do clube. Eu também ajudei muito a varrer aqui”, diz, sorrindo. Dr. Roberto recorda que as mocinhas da época ficavam ansiosas pelos bailes. “A Sãozinha [Maria da Conceição Faria da Silva, filha de Augusto Batista da Silva, um dos fundadores] acabou de me contar que meu pai falava pra elas: ‘Vocês querem baile? Então vão varrer o clube! E elas vinham varrer’ “.

Maria da Conceição contou a mesma história ao CCO e acrescentou: “No primeiro Carnaval aqui, tínhamos que parar para apagar a poeira do clube, porque o chão era de concreto. A banda parava pra gente limpar, mas era bom demais! Isso foi em 1972, por aí”.

O empresário Antônio Cardoso, de 83 anos, falou ao CCO sobre o dinamismo do primeiro presidente: “Moacir era um homem que não tinha preguiça. Então a gente resolveu ajudar também”. Segundo Antônio Cardoso, ele, “Dico Padeiro”, Augusto Batista da Silva, Sílvio da Cunha e outros trabalharam como garçons nos bailes do clube, às vezes na portaria e também vendiam os ingressos, para conseguirem verba para terminar o imóvel.  “Mauro Guimarães e Lazinho Arantes também ajudaram muito aqui”, relata.

 

“O Arcos Clube é inesquecível na vida de todo mundo na cidade de Arcos” – Daniela Maia

 

O Arcos Clube fez parte da vida da cirurgiã-dentista Daniela Maia, de 45 anos, filha do ex-presidente Wander Maia e neta de um dos fundadores, Trajano Faria. “O meu baile de debutantes foi aqui e também meu casamento. O Arcos Clube é inesquecível na vida de todo mundo na cidade de Arcos”.

O casal Ana Aparecida Teixeira Dias e Antônio Alencar Dias (Toninho), professores aposentados, contam que aproveitaram muito os bailes do clube e estiveram presentes em vários shows, a exemplo de Ronnie Von (1997) e Perla (1978). Toninho está entre os 200 primeiros sócios.