Mérito Empresarial

Junta de Execução Orçamentária e Financeira é criada para garantir equilíbrio nas contas da prefeitura

Cortes começarão no Governo. A proposta é manter a despesa com pessoal no limite permitido e não afetar benefícios que chegam direto ao cidadão

Publicada em: 15 de junho de 2018 às 14h00
Arcos

O Governo do Estado de Minas Gerais anunciou que não tem data para pagar o salário dos professores da rede estadual de ensino. O caos financeiro do Estado, a falta de planejamento orçamentária e de compromisso com o que de fato faz diferença para a população gerou indignação entre os Mineiros.

O Governo Arcos não quer que estes fatos se repitam na cidade. Por isso, na última quinta-feira (14), em uma ação inovadora, foi anunciada a criação da Junta de Execução Orçamentária e Financeira (JEOF), por meio do Decreto Municipal n° 4.708/2018. A Junta tem como principal objetivo trabalhar para manter o equilíbrio fiscal do município.

A JEOF é formada pelos Secretários Municipais de Fazenda, Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Administração e Governo. A Junta tem competência para aprovar cotas orçamentárias e estabelecer a programação financeira de execução mensal das secretariais municipais.

De acordo com o Secretário de Fazenda, Dênio Dutra Barbosa, o momento é de alerta e o Governo precisa estar atento às questões orçamentárias. “É preciso de fato essa união dos membros da junta para que as contas do município sejam mantidas em dia. Estamos presenciando um momento crítico no Estado e não queremos isso para Arcos. Por isso, a JEOF vai trabalhar para propor cortes, quando necessário, observando primeiro o que pode ser cortado no Governo e somente em último caso é que serão cortados benefícios que chegam até o cidadão”.

Dênio pediu compreensão da população. “É um momento em que nós precisamos contar também com a compreensão da população. É preciso entender que Arcos não tem mais uma receita de mais de R$100 milhões como a de 2016. Em 2017, arrecadamos cerca de R$93 milhões. E se a receita cai, as despesas também precisam ser reduzidas”, destaca.

Para gerir menos fluxo de dinheiro em caixa e cumprir com as obrigações, o Governo mantém o compromisso de uma Gestão eficiente e de responsabilidade com o dinheiro público por meio da JEOF.

Para o prefeito Denilson Teixeira, momentos de crise não são bons nem para a população e nem para o Governo. “Menos dinheiro em caixa exige uma postura ainda maior da Administração. Em momentos de crise não é possível manter a economia estabilizada sem fazer cortes. E essas medidas têm de ser realizadas de maneira consciente e responsável. Nossa prioridade é manter em dia o pagamento dos servidores e os benefícios aos cidadãos. A JEOF irá viabilizar os cortes necessários para que estes aspectos continuem sendo prioritários. Desafios foram criados para serem vencidos e nós venceremos esta crise de forma inteligente e garantindo a todos os arcoenses a certeza de dias melhores”.

 

Gestão Eficiente

Mesmo com a alta queda na receita de 2017, as rápidas ações de Gestão adotadas pelo Governo Municipal garantiram o fechamento das contas e o pagamento dos servidores, incluindo o 13º salário, em dia. Naquela ocasião quase 600 municípios mineiros estavam em dívida com seus servidores.

Por meio de uma Gestão Moderna, focada no planejamento e na diminuição de despesas, o Governo de Arcos conseguiu gerar novos benefícios à população e manter os já existentes em funcionamento.

Para Dênio Dutra é preciso valorizar o bom trabalho de gestão. “Todos nós brasileiros precisamos cada dia mais levar a sério a gestão pública feita com consciência. Temos que valorizar aquele gestor que não tem medo de fazer o que é certo, mesmo que politicamente o afete. Esse gestor tem visão de futuro, enxerga além do seu tempo, e sabe que para que a cidade ofereça mais qualidade de vida e desenvolvimento, muitas vezes a Administração tem que fazer cortes que não gostaria de fazer, tem que recuar em projetos que não gostaria de recuar. Mas a responsabilidade para ele fala mais alto e ele faz o que precisa ser feito” concluiu.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arcos