Vende-se Apartamento

Mais de 150 novos microempreendedores individuais foram formalizados em Arcos

No total são 2.005 MEIs já formalizados na cidade

Publicada em: 06 de março de 2019 às 12h40
Arcos
Estatísticas

Crédito: Diário do Comércio

Mais de 150 novos microempreendedores individuais foram formalizados em Arcos

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 02/03/2019) - Edição 1990

Arcos está na septuagésima segunda (72ª) posição em Minas Gerais, no ranking de cidades com o maior saldo de formalização de Microempreendedores Individuais (MEIs) em 2018, de acordo com o levantamento feito pelo Sabrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), com base nos dados do Portal do Empreendedor.

Ao final de 2017 o município tinha 1.848 Microempreendedores Individuais formalizados. Em 2018 ocorreram 157 novas formalizações, finalizando o ano com um total de 2.005 MEIs na cidade. Em relação ao número total de MEIs, Arcos ficou atrás do município de Formiga, que está na 30ª posição em Minas Gerais, com o registro de 379 formalizações em 2018 e um total de 4.105 Microempreendedores Individuais em toda a cidade. Lagoa da Prata, que está na 54ª posição no estado, também ficou à frente de Arcos, com um total de 3.105 formalizações no fim de 2017, 68 formalizações em 2018, gerando um total de 3.173 formalizações.

A cidade de Bom Despacho, que se encontra na 75ª posição, registrou 254 novas formalizações em 2018, totalizando apenas 1.870 MEIs. Piumhi (88ª posição) registrou 152 novas formalizações em 2018 e um total de 1.657 Microempreendedores Individuais na cidade.

Veja na tabela abaixo:

 

Setor de serviços representou a maior parte das formalizações em Arcos  

De acordo com dados do Sebrae, das 2.005 MEIs existentes em Arcos, 783 fazem parte do setor de serviços, sendo assim o setor com o maior número de formalizações em Arcos. Em segundo lugar ficou o setor do comércio, com um total de 689 MEIs. Em seguida o setor industrial, com 320 Microempreendedores; setor de construção, com 207 MEIs; setor agropecuário, com seis formalizações.

No setor de serviços, as atividades mais formalizadas em Arcos são as de cabeleireiro, manicure e pedicure, com 171 Microempreendedores Individuais. No setor de comércio, a atividade mais formalizada é o comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios, com 172 MEIs. No setor de construção se destacam as obras de alvenaria, com 112 MEIs. No setor industrial, a atividade de confecção, sob medida, de peças do vestuário, exceto roupas íntimas (50 MEIs). No setor agropecuário, as atividades paisagísticas, com quatro MEIs.

Minas lidera ranking dos estados com maior número de formalizações

De acordo com release do Sebrae Minas, Minas Gerais foi o estado com maior saldo de formalização de Microempreendedores Individuais em 2018. O estado fechou o ano com o saldo de mais de 37 mil MEIs, seis mil a mais que São Paulo, que ficou com o segundo lugar no saldo de formalização.

O setor de serviços representou 72% do saldo de formalizações em 2018 no estado, com 27.233 MEIs. As atividades com os maiores números de registros durante o ano foram: promoção de vendas (4.628 MEIs), serviços domésticos (4.459 MEIs), obras de alvenaria (4.388 MEIs), cabeleireiros/ manicure/pedicure (4.322 MEIs) e preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo (2.574 MEIs).

As regiões Centro-Oeste e Sudeste (8.530 MEIs) e Triângulo e Alto Paranaíba (7.003 MEIs) lideraram o ranking de formalizações, com mais de 15 mil MEIs. As cidades que tiveram os maiores saldos de formalização foram: Uberaba (3.604 MEIs), Belo Horizonte (1.774 MEIs), Juíz de Fora (1.407 MEIs), Nova Serrana (1.363 MEIs) e Divinópolis (1.360 MEIs).