Vende-se Apartamento

Polícia Civil investiga falsificação de cheques da Prefeitura de Arcos

Quase R$ 5 mil foram usados para pagamentos de boletos em lotérica. Prefeitura diz que o sistema de pagamentos da Administração é extremamente rígido

Publicada em: 06 de novembro de 2017 às 13h45
Arcos
Polícia Civil investiga falsificação de cheques da Prefeitura de Arcos

Cheques falsos da Prefeitura de Arcos foram apreendidos (Foto: PM/Divulgação)

A Polícia Civil de Arcos investiga a falsificação de cheques da Prefeitura da cidade. Um suspeito tentou pagar boletos com três folhas, que totalizavam quase R$ 5 mil. A Prefeitura repudiou o fato e informou que o sistema de pagamentos da Administração é extremamente rígido e seguro.

De acordo com a Polícia Militar (PM), na última sexta-feira (3), a gerente de uma casa lotérica acionou os militares e informou que um homem tinha efetuado o pagamento de cinco boletos com os cheques. Como eles eram da Prefeitura de Arcos, mas não estavam nominais, ela desconfiou que pudessem ser falsificados, o que foi confirmado quando fez contato com o banco.

Um mototaxista disse aos militares que, na quarta-feira (1º), um homem o contratado para fazer o pagamento dos boletos com os cheques, mas como a casa lotérica já estava fechada, os pagamentos só poderiam ser feitos na sexta, em função do feriado de Finados. O profissional disse ainda que não desconfiou da situação no momento da contratação do serviço.

A PM não informou dados sobre o suspeito e os cheques foram apreendidos e encaminhados à Polícia Civil para investigação do estelionato e esclarecimento do caso. A Polícia Civil informou ao G1 que nesta segunda-feira (6) dará andamento ao caso, já que a ocorrência foi registrada durante o recesso do feriado.

Em nota enviada nesta segunda-feira (6), a assessoria de comunicação da Prefeitura de Arcos informou que repudia a tentativa de pagamento com cheques falsos no nome da Administração e acompanhará a investigação junto a Polícia Civil.

Ainda de acordo com a nota, nenhum cheque sai da Prefeitura sem identificação nominal e assinatura dos secretários de Fazenda, Administração, tesoureiro e prefeito.

"O sistema de pagamentos da Administração é extremamente rígido e seguro, é produzido através de um sistema da Governança e o cheque é entregue vinculado ao empenho que contém todos os dados do fornecedor e a nota fiscal do serviço", diz o texto.

A nota diz ainda que, para que ocorra o pagamento, é necessário um longo processo de análises em diversos setores da Prefeitura, como Compras, Licitações, Contabilidade e Financeiro, até que se comprove todos os dados necessários do fornecedor.

 

Fonte: G1 Centro-Oeste MG