Vende-se Apartamento

Prefeitura de Arcos e Emater/MG coordenam ‘Dia de Campo’ na região do São Domingos

Foi demonstrado a instalação e operação de um sistema artesanal clorador de água, que pode melhorar a qualidade de vida dos produtores rurais

Publicada em: 16 de novembro de 2019 às 08h00
Arcos
Agronegócio

O objetivo do Dia de Campo, realizado na residência do casal Srº Vantuil e dona Urânia, pela parceria Prefeitura, Emater/MG e entidades patrocinadoras, foi mostrar a todos os interessados - o modo correto de se construir uma fossa séptica biodigestora, sua simplicidade e eficiência no tratamento dos esgotos (efluentes) provenientes da casa e os benefícios para o Meio Ambiente.

 

Importância

A fossa séptica modelo Embrapa é um sistema simples desenvolvido para tratar o esgoto dos banheiros de residências rurais com até sete pessoas. Com esta fossa o esgoto é lançado dentro de um conjunto de três caixas dágua ligadas uma a outra.

Isso evita jogar em buraco no solo, córrego ou rio, prática comumente observada em vários locais do País.

Ao entrar neste conjunto de caixas dágua, o esgoto é tratado pelo processo de biodigestão que reduz muito a carga de agentes biológicos perigosos para a saúde humana. À medida que vários moradores rurais utilizarem fossas sépticas, espera-se reduzir a poluição do solo, córregos e rios. A natureza também ganha com a melhoria da qualidade do solo e água. Por isso, a fossa séptica é um instrumento de saúde pública e de melhoria da qualidade de vida no campo.

 

Agradecimentos e parceiros

Entidades colaboradoras: Prefeitura Municipal, Sicoob Arcomcredi, Emater-MG Arcos, e Copasa.

Participantes: Emater/MG Escritório Arcos, Prefeitura Municipal, Sicoob Arcomcredi, Rotary Clube de Arcos, Copasa, Empresa Solar Brazil, IEF, Câmara Municipal de Arcos e Produtores e produtoras rurais, estudante (IF Bambuí e Unifor).

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arcos