Santa Cassa

Prefeitura de Arcos promove atividades sobre Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

Cronograma prevê ainda entrevistas e palestras com finalidade de conscientizar profissionais envolvidos e população sobre o tema de extrema relevância

Publicada em: 17 de junho de 2019 às 13h23
Arcos

A Prefeitura de Arcos, através da Secretaria de Integração e Desenvolvimento Social e por intermédio do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) promove nesse mês de junho - diversas atividades com alguns PSFs das áreas em que se concentram mais idosos, entrevistas em rádios locais e palestras com os residentes do ‘Lar Pousada dos Berto’, cuja finalidade é de conscientizar os profissionais envolvidos e a própria população sobre o tema de extrema relevância – CONSCIENTIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA.

Nesse dia 15 de junho comemora-se o tema, e vale destacar que as pessoas idosas merecem tratamento digno, o que deve ser encarado como um irrestrito dever de todos. Essa data foi criada em 2006, pelas Nações Unidas e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, tendo como objetivos refletir numa questão social sensível e acabar com a violência contra a pessoa idosa.

 

 

Violência que choca

Todos os anos se registram casos de abuso contra os idosos, e muitos acontecem em silêncio, sem conhecimento público. Acabar com os abusos verbais, emotivos, financeiros e corporais e promover a integração e o bem-estar do idoso são os desafios lançados pela celebração desta data.

A violência contra o idoso pode ser: Física: Inclui abuso e maus tratos físicos: empurrões, beliscões, tapas ou por outros meios mais letais, como agressões com cintos, armas brancas (ex. facas, estiletes). Negligencia/ abandono: negligência é a omissão por familiares ou instituições responsáveis pelos cuidados básicos para o desenvolvimento físico, emocional e social do idoso, tais como privação de medicamentos, descuido com a higiene e saúde, ausência de proteção contra o frio e o calor. Sexual: É qualquer ação na qual uma pessoa, fazendo uso de poder, força física, coerção, intimidação ou influência psicológica, obriga outra pessoa, de qualquer sexo, a ter, presenciar ou participar, de alguma maneira, de interações sexuais. Econômico-financeira e patrimonial: Consiste no usufruto impróprio ou ilegal dos bens dos idosos, e no uso não consentido por eles de seus recursos financeiros e patrimoniais. Autoinfligida e autonegligência: Refere-se à conduta da pessoa idosa que ameaça sua própria saúde ou segurança por meio da recusa de prover a si mesma dos cuidados necessários. Nesse caso, não se trata de terceiros que provocam a violência, e sim da própria pessoa idosa. Psicológica: Correspondem a qualquer forma de menosprezo, desprezo, preconceito e discriminação, incluindo agressões verbais ou gestuais, com o objetivo de aterrorizar, humilhar, restringir a liberdade ou isolar a pessoa idosa do convívio social. Podem resultar em tristeza, isolamento, solidão, sofrimento mental e depressão.

É de extrema importância ter um olhar mais atento, mais apurado a este tipo de violência, sendo que, a maioria esmagadora dos casos de violência contra idosos acontece dentro de casa, onde os cuidados são extremamente negligenciados.

Saiba onde denunciar a violência contra idosos

*Disque Direitos Humanos: Ligue 100 (podendo ser no modo anônimo) ou 0800-031-1119

*CREAS Arcos – (37) 3351-4462

*Delegacia Civil – Praça Floriano Peixoto, Centro.

*Polícia Militar: ligue 190

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arcos