UNINTER

Prefeitura lança projeto ‘Adote o Verde’

Empresas e entidades poderão adotar uma praça, canteiro ou jardim da cidade para cuidar

Publicada em: 28 de outubro de 2019 às 14h05
Arcos
Meio Ambiente

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 26/10/2019) - Edição 2024

Na última terça-feira, 22, a Prefeitura de Arcos lançou o programa “Adote o Verde”. O evento aconteceu às 16h, no teatro da Casa de Cultura, com a presença do prefeito Denilson Teixeira, do vice-prefeito Halph Carvalho, de Secretários, vereadores, representantes de empresas e entidades locais.

Para estabelecer uma cultura de sustentabilidade social, a Prefeitura criou o projeto em parceria com empresas, comércios, entidades não governamentais e entidades de classe. Pretende-se estimular a adoção de espaços públicos como praças, canteiros e jardins e, assim, deixá-los mais verdes e bonitos. Durante o lançamento, foi explicado pelo secretário de Meio Ambiente e Agricultura, Róbson Correia, a todos os presentes e interessados, cada detalhe do projeto. “Esse projeto é um sonho antigo do nosso prefeito Denilson. Ele nos procurou e falou como queria o projeto”, comentou.

De acordo com o edital que já está disponível no site da Prefeitura, a partir da próxima sexta-feira, 1°, até o dia 29 de novembro, as empresas e entidades interessadas poderão firmar acordo no programa “Adote o Verde”. Isso acontecerá no período das 13h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira.

Poderão participar do Chamamento Público n°013/2019, empresas privadas legalmente constituídas e cadastradas no Município de Arcos.  Não poderão participar do projeto empresas do ramo de cigarros e bebidas alcoólicas, partidos políticos, detentores de cargos eletivos, candidatos a esses, ou registros que atentem ao pudor. Será permitido também que cada empresa adote no máximo três espaços.

As empresas e entidades interessadas poderão adotar praças, canteiros, jardins e outras áreas passíveis de ajardinamento. Não poderão ser adotados: paradas de ônibus urbanos; áreas cedidas a uso por lei específica; áreas dos prédios públicos; a Praça Floriano Peixoto; Praça dos Arcos e o canteiro em frente à Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo.

Os adotantes poderão colocar no local uma placa padrão, indicando que o local foi adotado por ela. A placa conterá o nome do projeto e a logo da empresa.

Em discurso no lançamento do projeto, o prefeito Denilson Teixeira ressaltou a importância das empresas e entidades que irão contribuir com o projeto: “Lembro que a empresa que for ajudar a cidade de Arcos vai entrar para a história do município como empresa cidadã; ela vai ter selo e certificado de empresa cidadã, não só porque vai cuidar do meio ambiente, mas porque vai cuidar do bem-estar e da qualidade de vida das pessoas que moram na cidade. A beleza de nossa cidade eleva a autoestima de todos nós. Peço a vocês que levem a nossa mensagem do Adote um Verde a todos os amigos”, concluiu.

Para o vice-prefeito Halph Carvalho, esse projeto reflete o quanto Arcos tem feito, mesmo estando em um momento de crise. “Nós precisamos da ajuda de vocês, nós queremos estar juntos. Nós estamos passando por dificuldades, isso é sabido por todos, mas não adianta cruzar os braços e dizer que não dá para fazer”.

O vereador Rodrigo Pfister também se pronunciou. “Todos nós, como população, cuidamos da nossa casa e queremos continuar cuidando da nossa casa, fazendo uma casa aconchegante, valorizando o verde que temos em nossos arredores, em nossas praças e em nossos canteiros. Esse Adote o Verde é um dos princípios básicos para Arcos ser a nossa casa”, disse.

 

Outros projetos ambientais

Várias outras ações de Meio Ambiente foram realizadas na atual administração, como: distribuição e plantio de mais de 16 mil mudas de árvores; implantação do programa Pró Mananciais, com plantio de mais de 2.200 mudas de espécies nativas; quase 7 mil metros de cerca para proteção de nascentes e cursos de água; 250 barraginhas. Também se conseguiu a recuperação do ICMS Ecológico, que garante recursos públicos para mais investimentos em projetos de sustentabilidade.