Vende-se Apartamento

SINDIJORI - Coluna /MG

Rede de Notícias do Sindijori MG

Publicada em: 15 de junho de 2020 às 13h39
Geral
SINDIJORI - Coluna/MG

Queijo do Norte tem incentivo

Com apoio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), a produção do queijo artesanal mineiro ganha novo impulso. No Norte de Minas, mais de 200 famílias de produtores rurais, que fazem da produção de queijo artesanal mais uma fonte de renda, receberão todo o apoio da Codevasf para a atividade. No município de Pedras de Maria da Cruz, em parceria com uma associação de pequenos produtores de leite daquela localidade, a Codevasf já está providenciando a implantação de um laticínio. (Folha do Norte - Montes Claros)

 

Serra Casa de Pedra recuperada

No Dia Mundial do Meio Ambiente, a Prefeitura de Congonhas, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, assinou um Termo de Compromisso Ambiental com a empresa CSN Mineração. O termo traz como objeto principal a estabilização, recomposição e recuperação de área parcialmente degradada na Serra Casa de Pedra. Tombada no âmbito municipal, a Serra abriga diversos valores históricos, culturais e ambientais que devem ser preservados. (Correio da Cidade- Conselheiro Lafaiete)

 

Contratações e vagas têm queda

A pandemia do novo coronavírus provocou abalos nos mercados globais e paralisou atividades econômicas no mundo todo, com impactos na produção industrial, comércio, emprego e renda. Uberaba também sentiu os efeitos da crise econômica causada pela pandemia e fechou 1.200 vagas de trabalho entre janeiro e abril, de acordo com o primeiro Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2020. O pior mês foi abril, quando a cidade teve saldo negativo de 1.728 postos de trabalho. (Jornal de Uberaba)

 

Apenas 58% entregou declarações

As declarações do imposto de renda começaram a ser enviadas no dia 2 de março e, até o momento, 58% dos contribuintes de Formiga já informaram seus rendimentos e despesas ao Leão. Isso indica que, no total de 8,6 mil contribuintes, ainda existem 3,6 mil contribuintes que não declararam e devem fazê-lo até dia 30 de junho. É importante lembrar que quem envia primeiro recebe a restituição logo nos primeiros lotes e, na cidades, são R$5,5 milhões a serem restituídos ao longo do ano. (Jornal Nova Imprensa- Formiga)

 

Receita inaugura Ponto Virtual

A Receita Federal em Poços de Caldas inaugurou nesta segunda-feira, 15, o Ponto de Atendimento Virtual (PAV) no município de Caldas. A cerimônia de inauguração foi a primeira realizada de forma on-line na Receita Federal. Os pontos de Atendimento Virtual são uma iniciativa da Receita Federal em conjunto com as Prefeituras Municipais que têm por objetivo aumentar a capacidade de atendimento local da Receita Federal, evitando assim que tenham que se deslocar até as agências de Guaxupé e São Sebastião do Paraíso ou até o CAC da Receita Federal em Poços de Caldas. (Folha Regional- Muzambinho)

 

Conselho do Idoso lança site

O Conselho Municipal do Idoso de Muriaé (Comimu) conta agora com um site próprio. Por meio da plataforma digital, os internautas podem acessar notícias, legislação, Fundo Municipal de Assistência ao Idoso (Fumdai), editais, relação de instituições que fazem parte do Comimu, entre outros recursos relacionados ao órgão. Com conteúdo interativo e didático, o site está disponível no endereço comimu.com.br. O objetivo é aproximar o Conselho de idosos da cidade e população em geral. (Gazeta de Muriaé)

 

Odontologia deve ser agendada 

Por razões de segurança, o Ministério da Saúde regulamentou o atendimento odontológico no Sistema Único de Saúde (SUS), frente ao cenário do Coronavírus. Em Ouro Preto (MG), somente os atendimentos de urgência permanecem ativos e ocorrem apenas mediante agendamento prévio, por telefone. Cabe ao paciente entrar em contato com os Centros Odontológicos, antes de se dirigir à Unidade de sua preferência. (Jornal Voz Ativa- Ouro Preto)

 

Aterro de Itaúna licenciado

O aterro sanitário de Itaúna volta a ter a licença ambiental, após quase 8 anos. O empreendimento que foi iniciado em 2002 e concluído em 2008, teve sua licença de operação expirada em 18 de dezembro de 2012. Em 2014, teve o pedido de expedição de nova licença, junto com a documentação exigida pelo órgão. Como o setor ambiental do Estado sofreu com vários movimentos grevistas e de protelação de expedição de documentos, foi necessário que o município assumisse, em 2017, a responsabilidade pela expedição do documento. (Folha da Povo - Itaúna)