Santa Cassa

Todos contra a Dengue: Prefeitura intensifica fiscalização de lotes vagos

Operação faz parte da campanha integrada: ‘Arcos, Dengue Zero’

Publicada em: 14 de setembro de 2019 às 08h00
Arcos
Saúde

Nessa semana, os fiscais de Postura da Prefeitura iniciaram uma operação de fiscalização de lotes vagos do município. O Governo de Arcos, em parceria com entidades filantrópicas e empresas, planejou várias ações de prevenção e de combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor da Dengue, Zica e Chikungunya - doenças que causam sequelas e pode levar à morte.

Os fiscais de Postura vêm notificando atos em fragrante ou por meio de denúncias. Caso (após a notificação) o proprietário não realizar a manutenção de limpeza do lote, será emitida imediatamente uma multa no valor de R$ 283,32 (duzentos e oitenta e três reais e trinta e dois centavos).

O que tem chamado a atenção dos ficais é a falta de conscientização por parte de uma parcela da população, que ainda joga lixos às margens de vias públicas. Essa atitude irresponsável ocasiona sérios problemas para o meio ambiente, como entupimentos de bueiros e contaminação de rios e nascentes, além de acumular recipientes que servem de criadouro do mosquito Aedes aegypti.

Esta iniciativa do Governo de Arcos tem por objetivo prevenir que o município tenha uma epidemia de Dengue, além de conscientizar a população da responsabilidade em manter seus lotes limpos e despertar o senso de responsabilidade em tirar 10 minutos por semana para monitorar possíveis recipientes de foco do mosquito em sua residência.

 

Ajuda mútua

É fundamental que a comunidade entre nesta luta de verdade, já que, de acordo com o LIRAa, a maioria dos focos observados na cidade se encontra em imóveis habitados (90%). E os principais criadouros identificados no último levantamento foram vasos de planta, frascos com água, pratos, bebedouros de animais, materiais de construção, tanques, calhas, latinhas de cerveja, ralinhos e sanitários em desuso.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arcos