Operação Escola Segura: PCMG apura fake news que Lagoa da Prata

Operação Escola Segura: PCMG apura fake news que Lagoa da Prata
Foto: divulgação / PCMG

Uma adolescente, de 16 anos, foi identificada pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), na manhã dessa quarta-feira (19/4), como responsável pela criação de um perfil de uma rede social, para divulgação de falso atentado a uma instituição de ensino, em Lagoa da Prata, na região Centro-Oeste do estado.

Segundo o delegado responsável pela ação, Ivan José Lopes, o perfil foi criado na cidade na quinta-feira (13/4) e causou pânico na população. “Mediante autorização judicial, a empresa responsável pela rede social informou à Polícia Civil o número do IP (internet protocol) usado para criar a conta e a partir dessa informação a provedora de internet informou os dados do usuário naquela exata data, horário e local.”, explicou.

Através do endereço, a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão na casa onde a adolescente residia com a mãe e os avós. No local, foram apreendidos quatro telefones celulares e um notebook, que serão submetidos à perícia técnica.

Após ordem judicial, o perfil foi bloqueado na rede social. As investigações continuam.