Vende-se Apartamento

2ª Festa Junina Beneficente do Arcos Clube reúne aproximadamente 5 mil pessoas

Publicada em: 05 de julho de 2018 às 10h09
Entretenimento

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 30/06/2018) - Edição 1956

 

Pelo segundo ano consecutivo, a diretoria do Arcos Clube realizou a Festa Junina Beneficente, no último dia 23, no quarteirão da sede. Aproximadamente 5 mil pessoas estiveram presentes. O ingresso foi 1 kg de alimento não perecível.

Com show musical de Gisele e Rubinho, apresentação de sanfoneiros e de quadrilha com o grupo da Terceira Idade organizada pela diretora financeira do Clube, Maria Messias, a festa foi um sucesso.  

O casamento caipira, inspirado em um fato que teria acontecido antigamente, na região da Serra da Canastra, divertiu bastante o público. Tradicionalmente, as filhas mais novas não podiam se casar antes das filhas mais velhas. Para tentar resolver a situação, durante o casamento que seria da filha mais nova, o pai tentou enganar o noivo, conduzindo a filha mais velha em vez da filha escolhida, que se chamava “Forentina”. A filha mais velha foi com um véu, e só na frente do padre que destampou o rosto. O noivo, reconhecendo a trapaça, não quis casar e ficou à procura da sua noiva “Forentina”, que era a mais nova. No final, tudo acabou bem, porque o pai do noivo era viúvo e se interessou pela noiva mais velha, que era bastante prendada – sabia fazer sabão, polvilho, era boa cozinheira e coisas do tipo. Então houve dois casamentos no mesmo dia: pai e filho e duas irmãs.

Maria Messias foi a responsável pela direção e produção do casamento. Na encenação, as noivas foram interpretadas por Nice Rodrigues e Abadia de Sousa. Os noivos foram José Bétio e Antônio Luiz Cardoso. O padre foi Antônio Justo. Márcia Franco e Geraldinho foram os pais da noiva.  Inês e Sebastião Caetano foram os padrinhos.  

Os alimentos arrecadados serão doados para várias entidades. Algumas entidades também alugaram barracas para vender comidas e bebidas típicas durante o evento e ficaram com 100% do lucro.

O presidente do Arcos Clube, Hailton Mori, disse ao CCO que a realização dessa festa junina é uma maneira de resgatar esse aspecto da cultura popular regional e ajudar as entidades que mais precisam. Dessa forma, com a Festa Junina e outros eventos, a atual diretoria tem cumprido sua responsabilidade social.  

 

 

1º Encontro de Sanfoneiros de Arcos

Outro evento de grande sucesso realizado pelo Arcos Clube foi o 1º Encontro de Sanfoneiros do Arcos Clube e Região, que reuniu mais de 30 sanfoneiros e músicos de Arcos e região, no último domingo (24), também no quarteirão do Clube. Eles fizeram apresentações de alto nível.

A ideia foi da diretora financeira do Arcos Clube, Maria Messias, que quis valorizar uma cultura pouco difundida em Arcos, embora tenha grande número de apreciadores.