Zé Neca veterinária

PAZ EM MEIO ÀS AFLIÇÕES

(parte 1)

Publicado em: 02 de agosto de 2021 às 16h23
Identidade Presbiteriana

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 24 de julho de 2021) Edução 2112 - Pastor Presbiteriano Éder Henrique

No atual cenário evangélico, a fé perdeu o significado bíblico e infelizmente tem sido interpretada como um tipo de pensamento ou atitude positiva. Para muitos, a fé consiste em pensar algo bom que precisa acontecer, é dizer e acreditar que algo bom irá acontecer. Não importa o estilo de vida, a prática do pecado ou a maldade no coração, a fé moderna é sempre positiva e Deus tem que aceitá-la, entretanto, se a fé é apenas uma certeza de coisas BOAS que acontecem na vida, então, as coisas ruins que acontecem diariamente resultam da falta de fé? Segundo a Escritura Sagrada, a melhor definição de fé está em Hebreus 11.1, que afirma que a fé é certeza e convicção de fatos bons ou ruins, ou seja, fé é uma confiança absoluta e irrestrita no agir de Deus, fé é depender do cuidado de Deus, fé é viver na orientação de Deus.

Nos versos 4-40 de Hebreus 11, há o registro de uma lista de homens e mulheres que eram felizes porque tinham fé e viveram pela fé, apesar de serem torturados, assassinados e suportarem muito sofrimento por amor a Deus, curiosamente, nessa lista é demonstrado que todos os filhos de Deus tinham uma fé verdadeira, bíblica, viva e mesmo assim sofreram terrivelmente. De acordo com a Bíblia Sagrada, ter fé não significa ausência de sofrimento e ter a paz de Deus não significa ausência de problemas, muito pelo contrário, no sofrimento Deus concede a oportunidade de fortalecer a fé e nos problemas existe o privilégio de descansar em Deus.

No Salmo 46, há um exemplo extraordinário de fé, o salmista afirma que "DEUS é o refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Portanto não há motivos para temer, mesmo que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza". No Salmo 23.4, há uma definição prática do significado da fé, onde o salmista diz "ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu (DEUS) estás comigo". A fé verdadeira e bíblica é uma confiança real em Deus, é amor e dependência em Deus, é uma fé que se fortalece em momentos de angústia e sofrimento. A fé verdadeira nos leva a acreditar e dizer ainda que andemos pelo vale da sombra da morte, não temeremos mal nenhum, porque sabemos que Deus está conosco, porque Deus é o refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia, porque em Deus esperamos, confiamos e dependemos.

Identidade Presbiteriana por Igreja Presbiteriana do Brasil em Arcos

Igreja Presbiteriana do Brasil em Arcos
Avenida Governador Valadares, 248, Centro

Facebook: Igreja Presbiteriana do Brasil em Arcos        Instagram: @ipbarcos