Vende-se Apartamento

Um novo ano

Publicado em: 11 de janeiro de 2021 às 08h58
Coluna Esporte

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 09/01/2021) - Edição 2084

Marlon Santos

ALÔ, ARCOS! Chegamos em 2021 e com alguma ou nenhuma esperança, pois a vacina contra Covid-19 é apenas um projeto que pode dar certo. O futebol e o esporte em geral, em Arcos e região, viveram momentos de ostracismo, com os atletas tentando manter-se em forma e todos, de uma forma ou de outra, passando por momentos de pura esperança.

Agora, com a chegada de 2021, eis que tudo ficou no passado, porém o futuro ainda é muito duvidoso, pois ninguém sabe ao certo o que poderá acontecer nesse ano. Tempos difíceis e de muita melancolia refletem o que foi 2020. Mas, vamos seguindo a vida da melhor forma possível, sem atropelos e sedo realistas ao imaginar o mesmo cenário para esse ano que chegou. O esporte segue o mesmo caminho e nada deve mudar, apenas continuar escrevendo a história com estádios e quadras entregues as moscas. Foi um ano que passou com muitas dificuldades e pouca alegria. Seguindo essa caminhada, não se pode viver de ilusões e muitas esperanças vagas, pois o tempo vai correndo e deixando tudo para trás. Cada um que siga seu caminho da melhor forma possível e que não haja julgamentos, pois quem julga será julgado. E obviamente, não se pode condenar ninguém por atos ou atitudes que venham a acontecer. O tempo irá mostrar a realidade que teremos dentro e fora do nosso intimo e que saibamos entender tudo ao nosso redor.

 

Categoria de base

Não se sabe se a nova administração irá investir no esporte e, até o presente momento, tudo não passa de especulação. A realidade virá à tona em breve e saberemos o que irá acontecer. As categorias de base foram esquecidas nos últimos anos, antes mesmo da pandemia isso era notório. Espera-se que tenha uma atenção maior com as nossas crianças e adolescentes e que mantenham eles em atividade, pois assim teremos novas revelações em nosso esporte. Digamos que realmente isso aconteça, ou seja, que realmente as categorias de base voltem as suas atividades, seria um ponto positivo e teríamos algo para se comemorar. Caso contrário, iremos lamentar a falta de incentivo, algo que não tem como questionar. Foi um erro gravíssimo da administração anterior, em deixar de investir nas categorias de base e talvez estejamos pagando um preço alto por esse erro. Mas, temos que aguardar o que provavelmente teremos de bom para esse ano, que haja investimentos no esporte e tenhamos muitos momentos de adrenalina nos jogos.
 

 

O papel do esporte

A inclusão social e os inúmeros benefícios que as atividades físicas trazem à saúde humana são alguns itens que fazem com que o esporte tenha um importante papel perante a sociedade. Atuando na prevenção de doenças cardíacas, diabetes, obesidade e várias outras doenças, o esporte ganha espaço e interesse pela medicina.

 

Porque o governo deve investir no esporte

Programas públicos de fomento a prática esportiva produzem ganhos sociais e pessoais aos jovens atletas campistas. Campos — Os investimentos municipais no esporte como plataforma de desenvolvimento pessoal e social têm frutificado para além das expectativas.

 

Qual a importância de incentivar o esporte?

Ao incentivar o jovem adolescente a praticar esporte – papel que pode ser atribuído tanto à família quanto à escola –, é possível auxiliá-lo a criar uma rotina mais saudável, que favorece sua qualidade de vida bem como sua composição corporal, com aumento de massa muscular e diminuição de gordura.

Coluna Esporte por Marlon Santos

E-mail: marlonsantos@jornalcco.com.br