Vende-se Apartamento

Postos de Saúde sofrem com a inadimplência do Governo de Minas

A dívida do Estado para com o município de Arcos coloca em dificuldade também o Hospital Municipal São José

Publicada em: 08 de agosto de 2018 às 15h50
Arcos

Crédito: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arcos

Postos de Saúde sofrem com a inadimplência do Governo de Minas

O Governo de Minas Gerais deve ao município de Arcos R$5.098.747,65 referente a área da saúde. Deste total, R$3.519.163,21 refere-se a valores que deveriam ser destinados aos Postos de Saúde da Família (PSF’s) para aplicação na atenção básica. O atraso no pagamento de R$771.676,27 também prejudica a assistência farmacêutica no município. As cirurgias, exames e consultas especializadas que deveriam ser custeadas pelo Governo estadual somam um total de R$363.814,72. E as áreas de epidemiológicas, de endemias e zoonoses também deixaram de receber R$444.093,45. As judicializações, que são serviços que deveriam ser prestados pelo Estado quando um paciente aciona a Justiça para ter acesso a uma cirurgia, exame, medicamento ou consulta que não são cobertos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas estão sendo custeados pelo município já representa aos cofres públicos em 2018 o valor liquidado de R$254.734,46.

Segundo o Secretário Municipal de Fazenda, o Governo de Arcos luta para não deixar a população desamparada e já tomou as medidas cabíveis contra o Estado. “Em algum momento esses valores serão recebidos pelo município. Todos os esforços para que o Estado cumpra com a obrigação que ele tem com a cidade estão sendo somados. Não iremos deixar que a população fique privada de recursos que são custeados por ela mesma. Estamos lutando com todas as armas que estão ao nosso alcance para viabilizarmos a inserção desses recursos no orçamento do município em benefício dos cidadãos”, enfatizou.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arcos