Vende-se Apartamento

Serviço de Inspeção Municipal fiscaliza diariamente o frigorífico instalado no município

Setor também visita as fábricas de produtos derivados de animais para ações esporádicas de fiscalização

Publicada em: 10 de maio de 2019 às 08h58
Arcos

A Inspeção Municipal de Arcos, vinculada à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura, funciona de forma todos os dias no Frigorifico Frigofer, que abate os animais comercializados nos açougues do município de Arcos. O trabalho inicia normalmente às 06h, com a inspeção das documentações e avaliação física dos animais que serão abatidos naquele dia.

Após o abate, as carcaças dos animais passam por diversas etapas até poder se tornar adequada para consumo. A veterinária avalia toda a carcaça e também as vísceras dos animais em busca de qualquer anormalidade que possa fazer com que a mesma seja caracterizada como imprópria para consumo, sendo assim condenada. Ao fim da inspeção, essa carcaça liberada e carimbada com o Selo de Inspeção Municipal é encaminhada para as câmaras frias, onde ficarão até serem enviadas aos açougues.

De forma esporádica: Os estabelecimentos que produzam alimentos de origem animal - carne e seus derivados de bovinos, suínos e aves (linguiça, torresmo, salaminho); pescado e seus derivados (filé de peixe, camarão); leite e seus derivados (queijo, iogurte. doce de leite); ovos e seus derivados; mel e seus derivados (própolis, geleia real).  

O objetivo da inspeção é assegurar que os produtos de origem animal possuam qualidade sanitária, e que estes sejam procedentes de propriedades e estabelecimentos que cumpram todas as legislações referentes às boas práticas de fabricação e, consequentemente, não venham a apresentar nenhum risco à saúde da população. A inspeção garante que o produto que é colocado na mesa da população atenda às normas de qualidade e de higiene, desde a obtenção até o produto final.

A veterinária do Serviço de Inspeção Municipal, Tânia Cristina de Castro reforça a importância deste serviço para a população. “Gostaria de reforçar que a inspeção de produtos de origem animal é de extrema importância para a saúde pública. É ela que assegura que aquele alimento que está sendo consumido não ofereça nenhum risco à saúde da população, e que foi obtido seguindo todas as normas de higiene. Peço que a população prefira sempre os alimentos que possuem algum selo de Inspeção, o que garante a saúde e o bem-estar de toda a sua família”.

 

Os riscos de consumir - Produtos de Origem Animal - sem inspeção:

Existem diversas doenças que podem ser transmitidas através dos alimentos como: tuberculose, brucelose, cisticercose, teníase, listeriose, toxoplasmose, botulismo, salmoneloses e outros surtos diarreicos.

Essas doenças podem se manifestar através de uma simples indisposição ou de sintomas mais graves, como diarreia, vômito, febre e outros que exijam tratamentos específicos. Em alguns casos, podem levar a morte ou gerar sequelas permanentes.

 

O selo de inspeção municipal: -SIM:

Todos os produtos de origem arcoense e comercializados apenas neste município possuem um selo de inspeção, que os autoriza a ser comercializados nos mais variados estabelecimentos. Abaixo o modelo do selo:

 

 

Além desse selo há também os selos de Inspeção Estadual (IMA), quando o produto é vendido em todo o estado de Minas Gerais, e também o Selo da Inspeção Federal (SIF), quando são comercializados em todo o país, como os abaixo:

 

 

 

Os produtos de origem animal que não constam nas embalagens nenhum desses símbolos estão sujeitos a apreensão pelo Serviço de Inspeção, como também pela equipe de Vigilância Sanitária, e este será posteriormente descartado.

Como obter informações e solicitar o Serviço de Inspeção Municipal

Se você fabrica algum produto de origem animal no município de Arcos e eles estão sem o selo de inspeção - você deve regularizar sua situação perante o serviço de inspeção:

- Serviço de Inspeção Municipal – SIM de Arcos - na Secretaria do Meio Ambiente e Agricultura (Rua Getúlio Vargas, 228 – Centro, sala 24, no horário de 10:00 ao 12:00). A indústria que possui esse selo, só pode fazer a comercialização dos seus produtos nos limites deste município.

Depois de preenchida a documentação necessária para solicitação do Serviço de Inspeção Municipal, o estabelecimento que já estiver em funcionamento passa por uma avaliação, é elaborado um relatório onde constarão todas as mudanças e adequações que se fizerem necessárias, para que assim o mesmo possa então ser regularizado no Serviço de Inspeção, e obter o selo de produto inspecionado. Os prazos para as adequações variam conforme a urgência ou não da solicitação.

Os estabelecimentos que ainda serão construídos deverão seguir um padrão estabelecido para cada tipo de indústria. A documentação referente ao padrão que deverá ser seguido pode ser obtida na Secretária de Meio Ambiente.

Deve se salientar que os estabelecimentos que se enquadram como agroindustriais rurais de pequeno porte poderão ter tanto o prazo para apresentação da documentação, como também o prazo para as adequações diferenciadas, podendo estes receber uma autorização provisória a juízo do serviço de inspeção municipal.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Arcos